Pleno do STJD confirma exclusão do Novo Hamburgo da Copa do Brasil

Clube gaúcho tentava voltar à Copa do Brasil após decisão, em primeira instância, que o puniu pela escalação irregular do meia Preto, diante do ABC. Clube de Natal fica com a vaga

Novo Hamburgo em ação pela Copa do Brasil diante do ABC . Foto: Divulgação
Novo Hamburgo em ação pela Copa do Brasil diante do ABC . Foto: Divulgação

O adversário do Vasco nas oitavas de final da Copa do Brasil será, de fato, o ABC. Em julgamento realizado no fim da manhã desta quarta-feira, na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Pleno da entidade manteve, por cinco votos a zero, a exclusão do Novo Hamburgo da Copa do Brasil. O clube havia sido punido pela escalação irregular do meia João Luiz Ferreira da Silva, o Preto, no segundo jogo do Noia diante da equipe de Natal, pela terceira fase da competição. No primeiro julgamento, realizado no dia 8 deste mês, a Quinta Comissão Disciplinar já havia punido o clube anilado por unanimidade, assim como aconteceu nesta quarta.

Assim como havia acontecido no julgamento em primeira instância, Rogério Pastl, advogado que representou o Novo Hamburgo no caso, voltou a defender a tese de que o clube gaúcho foi induzido ao erro. Pastl ainda utilizou questões emotivas ao citar o Novo Hamburgo como um clube de 103 anos e que havia, por exemplo, alcançando as oitavas de final da Copa do Brasil pela primeira vez. O sistema da CBF também foi citado.

 

“A gente, no mínimo, têm que reconhecer que alguns erros estão sendo cometidos. Erros que levam à confusão de se escalar um jogador”, disse Pastl.

“A irregularidade é flagrante. O clube errou. Considerou que ele poderia jogar, quando estava sem contrato. Não se pode imputar falhas que estão ocorrendo no sistema da CBF. O clube assumiu esse risco, chamou esse risco para si”, destacou Osvaldo Sestário, advogado do ABC, o terceiro interessado do caso.

Já Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD, alertou que a CBF não teria nem que alertar os clubes em casos como o de Preto, que não tinha condições de jogo. O controle deve ser feito pelos clubes.

“O caso é muito simples. O atleta “cumpriu” um jogo de suspensão, quando não deveria cumprir. Ele tinha uma pendência e não poderia atuar se estivesse em outro clube. É difícil, é doloroso, mas cada caso é um caso diferente. A CBF vai tentando informar até quando não deveria informar, pois pode gerar um desconforto. É de responsabilidade dos clubes, eles têm acesso às informações”, disse.

Eliminado pelo Internacional na Copa Fernandão da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) – que garante os melhores colocados vagas na Copa do Brasil e na Série D de 2015 –, o Novo Hamburgo, no momento, não disputa nenhuma competição com seu time principal.

Após a manutenção da decisão em primeira instância, ABC e Vasco se enfrentarão pelas oitavas de final da Copa do Brasil nos próximos dias 26 de agosto e 3 de setembro, em São Januário e no Frasqueirão, respectivamente.

ENTENDA O CASO DO NOVO HAMBURGO

Preto foi expulso na partida de ida entre Novo Hamburgo e J. Malucelli, válido ainda pela Segunda Fase da Copa do Brasil, no dia 1º de maio. Após julgamento do STJD, ele foi punido com dois jogos de suspensão. O meia cumpriu a automática na partida de volta do Nóia contra o time paranaense, no dia 7 de maio. Mas o seu contrato com o Novo Hamburgo se encerrou no dia 18 de julho.

O Novo Hamburgo não escalou Preto no primeiro jogo diante do ABC, no dia 23 de julho, entendendo que ele ainda tinha um jogo de suspensão para cumprir, o que, de fato, era verdadeiro. No entanto, o novo contrato do meia com o clube só foi registrado após esse jogo. Com isso, tal partida não contou como válida para que fosse cumprido o segundo jogo, pois ele não tinha inscrição no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Preto deveria ter cumprido a segunda partida em questão na partida de volta entre Novo Hamburgo e ABC, no dia 30 de julho, o que não aconteceu. Ele atuou neste jogo, que terminou com a vitória do clube gaúcho, por 2 a 0. Tal resultado garantiria a classificação às oitavas de final, pois o primeiro jogo terminou com vitória do ABC, por 1 a 0.

Fonte: Lancenet

Compartilhar: