PM divulga fotos dos suspeitos de matar gerente dos Correios em Patu

Dupla é procurada pelas PMs do RN, CE e PB desde a quinta-feira (24). Suspeitos foram identificados como Galeguinho e Antônio Neto

Dupla é procurada pelas PMs do RN, CE e PB desde a quinta-feira (24).  Suspeitos foram identificados como Galeguinho e Antônio Neto. Foto: Divulgação
Dupla é procurada pelas PMs do RN, CE e PB desde a quinta-feira (24).
Suspeitos foram identificados como Galeguinho e Antônio Neto. Foto: Divulgação

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte divulgou na tarde deste domingo, fotos de dois homens suspeitos de participação no assalto aos Correios na cidade de Patu, na região Oeste do estado. Os bandidos na fuga feriram a tiros um soldado da PM e mataram o gerente Arni Praxedes, de 51 anos. O fato aconteceu na manhã da última quinta-feira (24). Desde então policiais do RN, com a ajuda de PMs do Ceará e Paraíba, fazem buscas na tentativa de prender os criminosos.

As imagens dos suspeitos, identificados como Galeguinho e Antônio Neto, foram repassadas pelo capitão Inácio Brilhante, que comanda a operação ao lado do delegado Sandro Régis, titular da Delegacia Regional de Patu. “Temos informações que os dois são paraibanos. O Galeguinho, que aparece na foto de camiseta amarela, é natural da cidade de Paulista. Já o Antônio Neto é de Bom Sucesso e tem um mandado de prisão em aberto”, afirmou o capitão.

Ainda de acordo com Brilhante, as buscas pelos criminosos não acabou. “Estamos percorrendo as estradas da região. Não vamos sossegar enquanto não encontrarmos estes criminosos. Eles mataram o gerente e feriram um policial. Precisam ser presos”, ressaltou.

PF no caso 

“Todas as informações que temos até agora, inclusive as fotos dos suspeitos, estão sendo compartilhadas com a Polícia Federal. A PF está no caso porque o roubo aconteceu à uma agência dos Correios, que é uma instituição federal”, explicou o capitão.

Suspeito morto

Na manhã da sexta (25), os policiais trocaram tiros com três suspeitos em um sítio localizado na zona rural de Patu. A região é conhecida como Patu de Fora. Um deles, identificado como Samarone Pereira, de 38 anos, foi baleado durante o confronto e morreu.
Com Samarone foram encontrados uma mochila com alimentos, uma pistola calibre ponto 40, munições e rádios comunicadores que estariam sintonizados na mesma frequência utilizada pela polícia. Os outros dois homens conseguiram escapar do cerco.

Fonte: O Câmera

Compartilhar: