PM formou hoje a última turma que irá atuar na Copa em Natal

Comandante Francisco Araújo comemorou o legado que a Copa irá deixar na cidade

10PM

Faltando menos de dois dias para o primeiro jogo da Copa do Mundo em Natal – México e Camarões se enfrentam nesta sexta – a Polícia Militar do Rio Grande do Norte formou a última turma de policiais que atuarão no Mundial.

Durante a cerimônia, que foi dirigida pelo Comandante Geral da Polícia Militar, o coronel Francisco Canindé de Araújo Silva e contou com a participação de todas as Unidades Operacionais da Região Metropolitana, Araújo repassou à tropa presente informações relativas à Copa do Mundo. De acordo com o anunciado pelo Comandante Geral, todo o efetivo empregado nos jogos da Copa do Mundo em Natal fará jus às diárias operacionais no valor de R$ 150 por jogo, além do vale refeições.

Ainda durante o seu discurso, o comandante geral fez questão de ressaltar o trabalho que vem sendo feito pelo Secretário de Segurança, o ex-general do Exército, Eliéser Girão, que atendeu aos anseios da tropa em relação ao plano de carreiras e a reposição salarial, conquistados no último mês. Francisco Araújo também anunciou a realização dos cursos relativos às promoções da nova Lei após a Copa do Mundo, onde os Militares ficarão aptos para serem promovidos após a entrada da vigência da Lei de Promoção de Praças, em 1º de janeiro de 2015.

Já Eliéser Girão, acompanhado do Secretário Adjunto da SESED Coronel EB Godinho, ressaltou a importância do emprego da Polícia Militar do RN na Copa do Mundo bem como informou os investimentos realizados pelo Estado do Rio Grande do Norte para a compra de equipamentos das forças policiais. “Foram mais de R$ 37 milhões investidos na compra de equipamentos para as forças policiais com recursos próprios do Estado. Adquirimos 1,2 mil rádios, além das viaturas e motos 650cc BMW para melhor equipar nosso Estado.”, disse o Secretário de Segurança.

Francisco Araújo comemorou o legado que a Copa irá deixar na cidade. “Tudo o que está sendo investido na segurança para ser utilizado no Mundial ficará como legado para Natal após o fim do Mundial. Teremos policiais mais capacitados. Pois os policiais que forram capacitados, também ficarão em Natal. Melhores equipamentos e uma estrutura melhor para o policial. Com os policiais encontrando uma melhor condição de trabalho, eles irão conseguir prestar um serviço melhor para a sociedade. Então todos estamos ganhando com a Copa do Mundo”, destacou.

Compartilhar: