Polícia Militar inicia várias fiscalizações dentro da Operação Verão

Todos os 410 quilômetros do litoral potiguar terão reforço policial durante o período da Operação Verão 2014

Todos os 410 quilômetros do litoral potiguar terão reforço policial durante o mês de janeiro. Foto: José Aldenir
Todos os 410 quilômetros do litoral potiguar terão reforço policial durante o mês de janeiro. Foto: José Aldenir

A Operação Verão 2014 começou oficialmente hoje para a Polícia Militar, que já está presente desde as primeiras horas da manhã nas praias e cidades litorâneas do Rio Grande do Norte. As ações começaram pelas orlas de Pirangi, em Parnamirim e em Muriú, no município de Ceará-Mirim, e devem ser encerradas apenas após o término do Carnaval, na primeira semana de março.

Segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, o efetivo normal da corporação nas ruas receberá um reforço extra de mais 800 militares durante todo o período, que se dividirão em todo o litoral para garantir a segurança e tranquilidade dos potiguares e visitantes.

Além da prevenção e do combate aos crimes, o policiamento será reforçado ainda nas áreas de abrangência da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e da Polícia Ambiental, que atuará principalmente contra casos de poluição sonora. Para isso, a corporação conta com 12 novos decibelímetros, que são aparelhos usados para verificar o nível de barulho de equipamentos sonoros, em todo o litoral.

“Os policiais atuarão em horários pré-definidos, das 10h às 16h e das 16 às 22h. Mas esses horários, especialmente o segundo, serão flexíveis em locais onde acontecerem eventos, ou seja, se for necessário, trabalharão por até 12h, como em casos de shows e festas públicas. Vamos reforçar o policiamento ostensivo em todas as praias urbanas da Região Metropolitana de Natal, com homens a pé, em motos, quadriciclos, cavalos e viaturas, além de prestar apoio à PRF nas fiscalizações da Lei Seca”, explicou o comandante da PM.

Ele afirmou ainda que todos os 410 quilômetros do litoral potiguar terão reforço policial durante o período da Operação Verão 2014, mesmo após o início do calendário escolar do próximo ano, que ocorrerá já a partir de janeiro por causa da Copa do Mundo que será realizada no país.

“Apesar de ocorrer uma redução gradual de pessoas nas praias, com o fim da alta estação, continuaremos com as ações de policiamento ostensivo, barreiras de fiscalização de trânsito, combate contra poluição sonora e outros até as festas de Carnaval, que sempre levam muitas pessoas ao litoral potiguar. Entretanto, o reforço maior no efetivo, neste período, será nos finais de semana”, disse Araújo.

Tibau receberá 50 policiais no período

Uma das áreas mais visitadas durante o verão, as praias do município de Tibau, no Litoral Norte do Rio Grande do Norte, receberá um efetivo extra de 50 policiais militares, vindos do 12º Batalhão, em Mossoró. Eles atuarão com o apoio de 13 viaturas, sendo sete automóveis e seis motocicletas, para dar conta do serviço.

Conforme o comandante do 12º BPM, major Correia Lima, o objetivo principal é preservar a segurança pública dos banhistas e visitantes e garantir que o período de alta estação ocorra com o máximo de tranquilidade para quem estiver no município. Ele disse ainda que o reforço extra será maior durante os finais de semana, quando a movimentação é maior.

Bombeiros terá efetivo de apenas 15 homens

Com déficit de efetivo, o Corpo de Bombeiros atuará apenas em quatro praias urbanas da Região Metropolitana de Natal, ou seja, Ponta Negra, Praia do Meio, Redinha e Búzios. Segundo o assessor de comunicação da corporação, tenente Christiano Couceiro, caso aconteça alguma ocorrência nas demais praias do litoral potiguar, o efetivo destes pontos terão que ser deslocados até lá.

“Todas as outras praias estão descobertas, porque, infelizmente, não temos homens suficientes. Se houver alguma solicitação, teremos que deslocar as equipes destas praias atendidas para os locais de salvamento. E, em casos de realização de eventos, principalmente no interior, pedimos aos organizadores que solicitem o apoio dos bombeiros com pelo menos cinco dias de antecedência, para que possamos nos organizar nesse trabalho de suporte”, pediu.

Capitania terá efetivo maior que em 2012

Para a Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, a Operação Verão 2014 começou no último dia 15 e se estenderá até 16 de março próximo, com um efetivo de cem homens, ou seja, 20% a mais que o empregado no ano passado, além de 30 embarcações e veículos. Com isso, o órgão poderá intensificar as inspeções realizadas no Estado, principalmente nas áreas com maior fluxo de banhistas e turistas como Pirangi, Baía Formosa,  Pirangi do Norte, Pirangi do Sul, Pitangui e Muriú, além das lagoas de Extremoz e Bonfim.

De acordo com o capitão de corveta Erijansen Maciel, serão verificados primordialmente nas embarcações se o condutor possui habilitação e itens de segurança como presença de colete salva-vidas, bóias, luzes de navegação, entre outros equipamentos obrigatórios. “Ainda há pessoas que não se conscientizam e utilizam a moto aquática após a ingestão de bebida alcoólica. Todas as nossas equipes estarão com etilômetros e qualquer tipo de notificação por bebida alcoólica que configurar como crime, chamaremos a polícia e a moto aquática será aprendida”, destacou.

O capitão de corveta ressaltou ainda que a falta de habilitação em moto aquática poderá ocasionar na multa máxima de R$ 2,2 mil. “As multas variam de acordo com o tipo de infração e vai desde as mais leves, como uma bóia salva-vidas sem nome, às mais graves, como o condutor sem habilitação. O papel da operação é promover a segurança para o condutor e para o próximo”, frisou.

Compartilhar: