PMs e bombeiros negociam com Governo e suspendem paralisação

Foram várias conquistas importantes, como a implementação do ticket alimentação, previsto para início de julho, assim como a reforma do Estatuto da Polícia Militar e a criação de um Código de Ética

Foto: Divulgação ACS
Foto: Divulgação ACS-PM

Após dois dias de acampamento dos policiais e bombeiros militares no Centro Administrativo, o Governo do Estado, através de sua equipe de planejamento econômico, resolveu agendar uma reunião com as associações representativas da categoria, na tarde da segunda-feira (26).

Como um dos resultados positivos da reunião, o executivo estadual se comprometeu em enviar para Assembleia Legislativa até a próxima quarta-feira, dia 28, a proposta de reajuste em 32%, dividido em quatro parcelas com a última sendo paga até março de 2015. “Essa é uma conquista que beneficia não só os praças, como também os oficiais, pensionistas e inativos”, explica o presidente da Associação de Cabos e Soldados do Rio Grande do Norte (ACS/RN), Roberto Campos.

Foram várias conquistas importantes, como a implementação do ticket alimentação, previsto para início de julho, assim como a reforma do Estatuto da Polícia Militar e a criação de um Código de Ética. Para isso serão criadas comissões mistas, formadas por representantes da Consultoria Geral do Estado (CGE) e dos policiais e bombeiros do RN.

Roberto Campos avaliou como positiva a reunião na tarde de hoje. “Apesar das decisões que a categoria precisou tomar, dentre indicativos de paralisação, acampamento e diversas assembleias gerais, obtivemos conquistas importantes e o mais relevante, sem punições para a categoria”, disse.

Devido as últimas negociações, os PMs e BMs votaram pela suspensão da paralisação, que estava agendada para esta terça-feira, dia 27, porém, o acampamento continua em frente à Governadoria.

Participaram da reunião como representantes do Governo do Estado, Comandante Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Araújo; Chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado; Secretário Estadual de Administração, Alber Nóbrega; Secretário Estadual de Planejamento, Obery Rodrigues; Controlador Geral do Estado, Anselmo Carvalho; Consultor Geral do Estado, José Marcelo; Secretário Estadual de Justiça e Cidadania, Júlio César e o Secretário Estadual de Segurança Pública, Eliéser Girão.

Fonte: Assessoria/ACS-PM

Compartilhar:
    Publicidade