Polícia Federal prende foragida do RN tentando embarcar para a Suíça‏

A presa era foragida da justiça do Rio Grande do Norte e condenada a 16 anos de reclusão pelo envolvimento no homicídio do seu então companheiro

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Federal prendeu na última quinta-feira, 24 de abril, no Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre/RS, uma potiguar, 39 anos, no momento em que ela se preparava para deixar o país com destino à Zurique, Suíça, onde estava residindo há aproximadamente nove anos. A mulher estava na posse de documentos falsos: carteira de identidade e passaportes brasileiro e suíço.

A presa era foragida da justiça do Rio Grande do Norte e condenada a 16 anos de reclusão pelo envolvimento no homicídio do seu então companheiro, o norte-americano Moris Clinton Henson, ocorrido em outubro de 1997 em Natal/RN. Segundo consta, à época, o crime foi tramado por ela e seu amante, sendo executado com requintes de perversidade. O corpo da vítima só foi encontrado uma semana depois do seu desaparecimento e durante todo esse período, a condenada afirmava que o marido havia deixado definitivamente o país, razão pela qual não havia formalizado nenhum registro policial sobre o “seu sumiço”.

No momento em que foi abordada e presa pelos policiais federais quando fazia o check-in, inicialmente, ela tentou negar sua verdadeira identidade, mas diante das evidências, terminou confessando.

Além do cumprimento do mandado de prisão expedido pela Justiça do RN, a sentenciada foi também autuada em flagrante pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso.

As informações que levaram à prisão da condenada foram repassadas à PF do Rio Grande do Sul pelo Núcleo de Inteligência da PF/RN.

A condenada encontra-se custodiada no sistema prisional da capital gaúcha, onde deverá permanecer, à disposição da justiça.

Fonte: PRF

Compartilhar: