Polícia Militar registra redução no número de ocorrências em junho

Também foi constatada a redução de 61% na captura de condenados e foragidos do Sistema Prisional

Ciosp-HD--(1)

De acordo com a Subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública, em junho de 2014 houve uma redução de 22,7% em relação às chamadas atendidas pelo CIOSP no mesmo período do ano anterior.

Em 2013, foram atendidas 7.811 chamadas em Natal e Região Metropolitana; enquanto em 2014 esse número caiu para 6.032 na mesma localidade. No ano passado, as Unidades do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) foram responsável pela apreensão de 44 armas de fogo e de 5 kg de drogas e entorpecentes, além da captura de 15 condenados e a recuperação de 33 veículos roubados. Já nas Unidades do interior do Estado, subordinadas ao Comando de Policiamento do Interior (CPI), foi registrada a apreensão de 22 armas de fogo e 2 kg de drogas e entorpecentes, além da captura de 21 foragidos e a recuperação de 25 veículos roubados. No total, em junho de 2013, a Polícia Militar apreendeu 66 armas de fogo de diversos calibres, 7 kg de drogas e entorpecentes, capturou 36 foragidos das Unidades Prisionais do Estado e recuperou 58 veículos roubados em todo o Estado.

Já no mês de junho de 2014, o Comando de Policiamento Metropolitano registrou a apreensão de 36 armas de fogo, 3,7 kg de drogas e entorpecentes e 208 comprimidos de ecstasy, além da captura de 8 condenados e a recuperação de 16 veículos. No interior do Estado, o CPI contabilizou a apreensão de 16 armas de fogo e 4,3 kg de drogas e entorpecentes, além da captura de 6 condenados e a recuperação de 10 veículos roubados. Ao todo, a Polícia Militar computou na análise comparativa dos meses de junho do ano de 2013 e 2014 uma redução de 21% no número de armas apreendidas e um aumento de 14% em relação à apreensão de drogas e substâncias psicotrópicas em todo o Estado. Também foi constatada a redução de 61% na captura de condenados e foragidos do Sistema Prisional e redução de 55% na recuperação de veículos roubados.

Compartilhar:
    Publicidade