Polícia portuguesa diz que suspeitos do caso Madeleine McCann serão presos

Os três suspeitos que serão interrogados são considerados ladrões que podem ter cometido roubos no resort português

MADELEINE-MCCANN_2693399b

A polícia portuguesa declarou ao jornal “The Guardian”, neste sábado (7), que três suspeitos identificados pela Scotland Yard serão presos “em um futuro muito próximo” pelo desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann, ocorrido em maio de 2007 na praia da Luz, em Portugal.

A polícia confirmou que “várias pessoas” foram identificadas após uma busca com cães farejadores na região de Algarve nesta semana, próximo ao resort em que a menina, que na época tinha três anos, estava hospedada com a família. A busca nessa área terminará amanhã.

Os três suspeitos que serão interrogados são considerados ladrões que podem ter cometido roubos no resort português e vivem na região, mas a polícia portuguesa não informou se os homens possuem ficha criminal.

A polícia confirmou que todos os suspeitos ainda residem em Portugal e que os interrogatórios acontecerão em uma das duas delegacias de Algarve, em Faro e Portimão, e serão conduzidos por detetives portugueses.

Detetives britânicos poderão acompanhar o processo sem interferir. De acordo com a fonte ouvida pelo “Guardian”, ainda não há uma data exata para os interrogatórios.

Os pais de Madeleine, Kate and Gerry McCann, divulgaram um comunicado em umapágina no Facebook dizendo que estão “encorajados pelo progresso” que está sendo feito nas buscas em Portugal. “Obrigado por continuar a nos apoiar em nossos esforços para trazer Madeleine para casa”, declararam.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: