Polícia do RN à procura de responsável por boatos em grupos de Whatsapp

Setor de inteligência do Sistema de Segurança Pública já está agindo para descobrir a origem dos falsos boatos

Coronel Francisco de Araújo Silva. Foto: Divulgação
Coronel Francisco de Araújo Silva. Foto: Divulgação

O Comando Geral da Polícia Militar do RN vem a público, mais uma vez, alertar os cidadãos potiguares para a onda de boatos que está sendo criada e difundida pela ferramenta de comunicação Wathsapp. O Comando lembra que difundir informações falsas com o intuito de causar pânico é crime passível de prisão e que o setor de inteligência do Sistema de Segurança Pública (das Polícias Civil e Militar) já está a postos investigando as prováveis fontes dos boatos.

Compartilhar:
    • Ubirany Sousa

      realmente é cada merda que estão postando no whatsapp, tem que encontrar mesmo esses canalhas, deveriam levar a serio para passar informaçoes corretas, mais ao contrario ficam querendo colocar medo na população, os jornais tb deveriam ser investigados pois tem muitos deles que tb colocam medo na população com informacoes falsas.

    • Marcos Amorim

      Coronel, a polícia deveria se preocupar em patrulhar os bairros de Natal e por na cadeia a bandidagem que tomou conta do estado! Boatos são de menor importância!