Polícia usou arma de choque para prender lutador que espancou atriz pornô

Mulher diz ter visto agentes que faziam prisão alvejarem Jon Koppenhaver

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma testemunha contradisse os policias que prenderam o lutador de MMA Jon Koppenhaver, mais conhecido como ‘War Machine’, depois de ser acusado de espancar a atriz pornô Christy Mack. Os agentes disseram que o atleta, depois de encontrado em um hotel perto de Los Angeles (EUA), não resistiu à prisão. No entanto, outra hospede do local, Nicolle Blankenship disse ter visto toda a ação da captura e relatou ao jornal Los Angeles Times que os homens da polícia usaram uma arma de choque para deter o agressor, após supostamente terem o visto sacando uma arma.

“Eles estavam batendo na porta, tentando abri-la, e gritavam: “Abra a porta, abra a porta”. Quando finalmente abriram eles berraram “Arma”, e de repente você via um tiro com uma arma de choque. E ele [War Machine] levou um tiro de arma de choque, caiu no chão e eles [policiais] o algemaram”.

De acordo com a nota divulgada pela polícia americana, depois de prender War Machine na última sexta-feira (16), o atleta não resistiu à prisão e foi levado a uma delegacia no condado de Ventura. Em seu quarto, foram encontrados pizza e dinheiro.

O lutador era procurado desde a última semana quando espancou sua ex Christy Mack e de um amigo dela no apartamento da atriz pornô. A garota sofreu diversas fraturas e está internada se recuperando.

Jonathan Koppenhaver, mais conhecido como War Machine, deixou Christy Mack com 18 lesões, dentes quebrados e muitos hematomas. Internada no hospital, a atriz pornô divulgou uma carta onde afirmou já ter sido agredida anteriormente. O episódio mobilizou inúmeras mulheres, algumas que já namoraram lutadores, como Jenna Jameson, ex de Tito Ortiz. Mensagens de apoio a Mack e contra a violência dos homens estão sendo publicadas e geraram um conflito improvável.

De acordo com o relato de Christy Mack, War Machine teria chegada à sua residência às 2h da madrugada. Lá, ele encontrou um amigo de sua ex e o agrediu, expulsando-o do local posteriormente. Em seguida, começou a espancar Mack e mandou-a tirar a roupa e ir para o banho.

Após receber o apoio de muitas mulheres, a atriz pornô Christy Mack, espancada pelo ex-namorado, recebeu duas novas boas notícias. A primeira é que ela irá ganhar uma “vaquinha” que pagará seu tratamento. A ideia veio de sua amiga, também atriz de filmes eróticos, Kendall Karson, que abriu um financiamento coletivo para que pessoas pudessem doar, a fim de chegar num total de cerca R$ 220 mil.

Parte deste dinheiro foi usado para contratar um dos caçador de recompensas mais famosos nos Estados Unidos, Dog Chapman.

De acordo com a atriz pornô, War Machine tentou estuprá-la, mas não conseguiu por que ficou impotente. Depois, ele a cortou e ameaçou com uma faca. Quando achou que o Koppenhaver iria matá-la, saiu correndo e fugiu de sua casa.

Depois de divulgar as fotos de seu estado físico, Christy Mack recebeu apoio de muitas mulheres. Entre elas, Jenna Jameson, ex-mulher do lutador Tito Ortiz. Ela afirmou que também já foi agredida pelo americano, com quem tem dois filhos.

“Tão orgulhosa da minha garota Christy Mack… Você é uma sobrevivente, assim como eu. Você sempre vai me ter por perto quando precisar.”

Jonathan Koppenhaver esteve todo este tempo foragido e houve uma recompensa por sua captura: 10 mil dólares. No MMA, War Machine possui um cartel de 19 lutas, com 14 vitórias e cinco derrotas.

Fonte: R7

 

Compartilhar: