Policiais civis fazem assembleia e decidem por novas mobilizações

Categoria participa de ato público pelo impeachment da governadora Rosalba, no próximo dia 27 de maio.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os policiais civis lotaram o auditório do SINPOL-RN, nesta terça-feira (20), e participaram de uma assembleia para debater o andamento das pautas da categoria, bem como traçar estratégias e mobilizações. Uma delas será no próximo dia 27 de maio, quando os policiais devem participar de um ato público com destino à Assembleia Legislativa, para cobrar o andamento do processo de impeachment da governadora Rosalba Ciarlini.

Durante a assembleia, o presidente do SINPOL-RN, Djair Oliveira, lembrou à categoria que o Sindicato tem se mobilizado para colocar em prática o que foi decidido pelos policiais em outras assembleias, como a campanha publicitária com outdoors, folders, TVs, Rádios e carros de som que estão espalhados pelas ruas de Natal e também no interior.

“Tudo que foi aprovado pela categoria está sendo feito. Além dessas ações citadas, o SINPOL-RN está indo até as comunidades, conversar com os moradores para mostrar que se o Estado vive um momento de guerra, a culpa não é dos policiais civis. Temos ressaltado que o Governo não oferece nenhuma condição de estrutura e existe um grande déficit de policiais nas delegacias”, comenta Djair.

O presidente do SINPOL-RN lembrou ainda que a entidade já passou pelos bairros de Ponta Negra, Quintas, Rocas, Brasília Teimosa, Santos Reis, Morro Branco, Nova Descoberta e Potilândia.

Também durante a assembleia desta terça-feira, os policiais civis deliberaram que vão iniciar uma série de mobilizações para cobrar do Governo o cumprimento do que foi acordado durante a última greve, como o aumento do efetivo, melhoria das condições de trabalho e valorização salarial.

Renata Pimenta, vice-presidente do SINPOL-RN, ressalta que a primeira ação será no dia 27 de maio, quando tanto os policiais civis como os servidores do ITEP vão se juntar ao movimento social Marco, que pediu o impeachment de Rosalba Ciarlini e agora organiza um grande ato público para pressionar os deputados a aprovarem o pedido. “Convocamos as duas categorias para concentração a partir das 8h, na sede do SINPOL-RN, na avenida Rio Branco, de onde sairemos em caminhada até a Assembleia Legislativa”, afirma Renata.

Compartilhar:
    Publicidade