Policiais civis também fazem entrega de munições vencidas em Mossoró‏

Operação Polícia Legal vem sendo praticada em todo o Estado, com apoio do SINPOL-RN

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dezenas de policiais civis fizeram entrega de munições vencidas à Delegacia Regional de Mossoró, nesta quinta-feira (24). A ação faz parte da Operação Polícia Legal, praticada em todo o Rio Grande do Norte, com apoio do SINPOL-RN, e que visa à busca por melhores condições de trabalho e de policiamento para a população potiguar.

Desde o início de julho, agentes e escrivães da Polícia Civil passaram a seguir a risca o que determina a cartilha da Polícia Legal, como por exemplo, devolvendo à Delegacia Geral munições e coletes com data de validade ultrapassada. Isso vem sendo feito tanto nas delegacias distritais, como nas Especializadas e também nas DPs do interior.

“No mês passado estivemos em Mossoró e já havíamos constatado o empenho dos valorosos policiais daquela região em cumprir o que determina a Polícia Legal. Não só as munições estão sendo entregues, pois os policiais também estão encostando viaturas com documentação irregular”, comenta Renata Pimenta, vice-presidente do SINPOL-RN.

Ela lembra que, inclusive, o Sindicato disponibilizou um formulário para que todos os chefes de investigação e de cartório possam padronizar e formalizar a entrega de coletes e munições.

A cartilha da Polícia Legal tem 15 itens (Clique aqui para ler) e está sendo ampliada após entendimento entre a Diretoria do SINPOL-RN e os chefes de investigação e cartórios, que já tiveram duas reuniões nos últimos dias.

A cartilha da Polícia Legal estabelece ainda, por exemplo, que os agentes e escrivães só realizem procedimentos como diligências e elaboração de flagrantes e depoimentos com a presença de um delegado.

Outro ponto da cartilha é que o policial somente deve ir para qualquer missão estando devidamente equipado com colete, armamento e munições em perfeito estado e dentro da validade. Além disso, os policiais não podem usar nenhum tipo de material de sua propriedade, como computador ou celular, para realizar seu trabalho nas delegacias.

Compartilhar:
    Publicidade