Policial atira em cão de estimação de vítima e acaba sendo demitido

O morador teria implorado ao policial que atirasse mais uma vez na cadela, para que ela morresse mais rápido, mas o oficial se recusou

Candy iria completar três anos em junho e vivia com Cole Middleton desde que era filhote. Foto: Divulgação
Candy iria completar três anos em junho e vivia com Cole Middleton desde que era filhote. Foto: Divulgação

Um policial do Texas, nos EUA, foi demitido, nesta sexta-feira, após ser acusado de atirar em um cão de estimação, durante o atendimento de uma ocorrência de assalto em uma residência. As informações são do New York Daily News.

Na semana passada, o jovem Cole Middleton, de 25 anos, chamou a polícia após sua casa ter sido assaltada. Quando o policial estacionou a viatura no local, a cadela da família, Candy, começou a latir. Nesse momento, o oficial atirou contra o animal.

Segundo Middleton, Candy não morreu com o tiro, mas estava agonizando de dor e não tinha salvação. O morador teria implorado ao policial que atirasse mais uma vez na cadela, para que ela morresse mais rápido, mas o oficial se recusou. Após isso, o jovem teve que sacrificar seu animal de estimação com as próprias mãos. Candy completaria 3 anos em junho.

O oficial afirmou que teve que atirar na cadela porque ela “acusou a sua presença em uma missão policial”. Para a justiça, porém, isso não foi um motivo plausível e ele foi demitido da corporação.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade