Policlínica Norte oferece fisioterapia com modernos equipamentos‏

Pacientes poderão ser tratados nos dois turnos

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O secretário municipal de Saúde, Cipriano Maia de Vasconcelos, participou na manha desta quinta-feira (14), da inauguração do serviço de fisioterapia disponível na Policlínica Norte, que conta com quatro profissionais fisioterapeutas, dos quais, dois atendem pela manhã e dois a tarde.

De acordo com a fisioterapeuta da Policlínica Asa Norte, Albanita Bezerra Maia, cada médico atende aproximadamente 20 pacientes por dia, contabilizando um total de 80 atendimentos por semana.

“A Policlínica Norte tem um atendimento muito bom, e em relação há alguns anos, a unidade deu um salto no atendimento, no serviço, na parte técnica. Hoje disponibilizamos de aparelhos modernos, como laser, equipamento de fototerapia, mecanoterapia e máquina de gelo, que pode proporcionar um atendimento de primeiro mundo. Os equipamentos são muito bons e o espaço permite que a gente faça todo tipo de atendimento, então as pessoas que nos procuram aqui têm dado uma resposta muito boa”, disse Albanita.

A médica chama a atenção do usuário, que precisa desse tipo de atendimento, da necessidade de ser encaminhado, por meio de uma unidade básica de saúde, mais próxima da sua casa.

A representante comercial e cadeirante Maria Aparecida Barbosa diz que o serviço que funciona perto da sua casa, tem sido um grande benefício para ela, que tem dificuldade de locomoção e fazia suas sessões numa Universidade particular na zona sul. Maria, que frequenta a Policlínica três vezes por semana, diz ter se surpreendido com a estrutura do serviço e a atenção dada pelos profissionais que atuam ali. “Aqui eu me surpreendi, eu não conhecia antes, eu tive o privilégio de conhecer já agora depois da reforma e me surpreendi porque não deixou a desejar em nada comparado ao local onde eu fazia”, confessou Maria Aparecida.

“Eu quero parabenizar e dar nota dez pra este estabelecimento e para todos os profissionais e que nós, como usuários reconhecemos esse trabalho. Como o diretor falou, a gente não deve de maneira alguma achar que é favor, porque é o nosso direito, e como nosso direito nós temos que cuidar para que o serviço possa continuar a beneficiar a mim e a muitos outros”, frisou Maria Aparecida.

O enfermeiro da Policlínica Norte, Ednaldo Gomes da Silva, afirmou ter ficado muito entusiasmado com o material que a Policlínica disponibiliza. “Espero que o secretário traga mais equipamentos novos, e que possa continuar a atender melhor a população da zona norte que precisa”, disse Ednaldo.

Compartilhar:
    Publicidade