Pontapé inicial da Copa do Mundo será nesta sexta-feira na Bahia

Sorteio dividirá as 32 seleções em oito chaves. Três campeões podem se enfrentar na primeira fase

Com início marcado para às 13 horas, sorteio deverá parar o país. Foto:Divulgação
Com início marcado para 13 horas, sorteio deverá parar o país. Foto:Divulgação

A seleção brasileira conhecerá nesta sexta-feira os seus três primeiros adversários na Copa do Mundo. A Fifa faz, a partir das 14h, o sorteio dos grupos do Mundial em evento na Costa do Sauípe, litoral norte da Bahia. Por enquanto, sabe-se apenas que o Brasil, como país-sede do torneio, ocupará a posição 1 do Grupo A. Com as mudanças nas regras do sorteio anunciadas terça-feira pela Fifa, é possível a formação de um grupo da morte, com três campeões mundiais. Essa combinação até saiu no ensaio geral realizado na quarta-feira. Na simulação feita pela Fifa, o Grupo A era formado por Brasil, França, Austrália e Itália.

Esse cenário, no entanto, não agrada à Fifa. Para a entidade, o ideal é que as oito seleções campeãs do mundo avancem às oitavas de final. A entidade, então, resolveu adotar uma nova regra para o sorteio a fim de tentar proteger a França. Em outubro, mês utilizado como referência para a Fifa definir os parâmetros do sorteio, os campeões do mundo de 1998 eram a pior seleção europeia do ranking da entidade, apenas no 21.º lugar.

Como o continente possui nove times no Mundial, além dos quatro cabeças de chave, a tendência era que a pior equipe, no caso a França, fosse deslocada para o Pote 2 com os africanos e mais Chile e Equador. Mas a Fifa preferiu adotar uma maneira de tentar preservar os franceses. “Surgiram algumas ideias e elas chegaram a sair em alguns jornais. Uma delas era colocar a seleção com a pior colocação do ranking no Pote 2. A outra era mudar automaticamente uma seleção e a terceira, aquela que acabou sendo adotada, foi o sorteio. Assim, o sorteio começará com a retirada de uma seleção do Pote 4 para o 2″, disse ontem o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke.

A opção não impede que a França vá para o Pote 2, apenas coloca os franceses nas mesmas condições das outras oito seleções europeias mais bem posicionadas no ranking. Para evitar que essa equipe fique no grupo de um cabeça de chave europeu, a Fifa criou o Pote X. Nele serão colocados Brasil, Argentina, Colômbia e Uruguai, de onde será escolhido o país que receberá em sua chave a seleção europeia proveniente do Pote 2.

Outra mudança feita pela Fifa é que a posição das equipes nas chaves também será decidida por sorteio. Antes, o sorteado do Pote 2 que iria para o Grupo A era “A2″. Agora, depois que for direcionado para um grupo, o time dependerá das bolinhas para saber se ocupará a posição 2, 3 ou 4. Isso influi na ordem dos jogos.

O sorteio será comandado por Valcke, que contará com a ajuda de oito ex-jogadores representando cada país campeão do mundo: Cafu (Brasil), Hierro (Espanha), Zinedine Zidane (França), Cannavaro (Itália), Lothar Matthäus (Alemanha), Ghiggia (Uruguai), Geoff Hurst (Inglaterra) e Mario Kempes (Argentina). Eles participaram de um longo treino durante a semana para que se familiarizassem com o sistema do sorteio. A intenção da Fifa é evitar contratempos num evento que será transmitido para 193 países.

Os dirigentes da entidade ainda não se esqueceram do incidente proporcionado pelo chef Alex Atala um ano atrás, durante o sorteio da Copa das Confederações, que teve como consequência a alteração de posicionamento das equipes e prejuízo para Belo Horizonte. A cidade deixou de receber seleções fortes na primeira fase. Pelé foi chamado para ajudar a retirar as bolinhas dos potes, mas abriu mão do convite. Mesmo assim, o Rei terá papel de destaque na cerimônia de acordo com a organização.

O Estado apurou que o ex-jogador Bebeto, membro do COL (Comitê Organizador Local), também vai ser chamado ao palco. Ele deve contracenar com Fuleco, mascote do Mundial, e repetir com o boneco a comemoração que fez na vitória sobre a Holanda na Copa de 1994, quando simulou embalar o recém-nascido filho Matheus.

SHOW
O sorteio dos grupos é o maior evento pré-Copa e terá 90 minutos. A audiência estimada do evento é de 500 milhões de pessoas. A apresentação ficará por conta do casal Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima. As apresentações musicais começarão com Alcione e Emicida. Depois virão Vanessa da Mata e Alexandre Pires, a coreógrafa Deborah Colker e Margareth Menezes com o Olodum.

Fonte:Estadão

Compartilhar: