Posse do deputado Dibson Nasser é adiada na Assembleia Legislativa

A informação que teve junto à procuradoria da Casa é de que o adiamento ocorreu em razão de trâmites burocráticos rotineiros

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A posse do deputado Gibson Nasser, do PSDB, prevista para hoje, só acontecerá amanhã em virtude da vacância do mandato não ter sido publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, segundo informação de integrantes da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Mesmo assim, o deputado Dibson Nasser compareceu a sede do Poder Legislativo para saber as razões da não publicação no dia de hoje. Questionado sobre o assunto, Dibson Nasser considerou “estranho” o adiamento da posse. A informação que teve junto à procuradoria da Casa é de que o adiamento ocorreu em razão de trâmites burocráticos rotineiros, mas que amanhã o Diário Oficial publicará a vacância do mandato, com a posse acontecendo em seguida.

Nesta quarta-feira a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa reuniu-se e deliberou pelo cumprimento da decisão do TSE – Tribunal Superior Eleitoral de reempossar no mandato de deputado estadual, Dibson Nasser que havia sido afastado por decisão judicial eleitoral do próprio TSE. Dibson Nasser substituirá o deputado José Adécio, do DEM, que viajou a Brasília nesta quarta-feira para tentar derrubar a liminar do TSE dando posse a Dibson Nasser, que havia sido afastado do mandato há 1 ano e 6 meses.

Dibson Nasser foi eleito deputado estadual em 2010 e cassado sob acusação de abuso do poder político. O primeiro suplente, José Adécio, do DEM, foi convocado e assumiu o mandato durante todo o período de afastamento do titular. O ministro João Otávio Noronha, do TSE, desqualificou a principal acusação de que o deputado do PSDB teria recebido doações de funcionários da Câmara Municipal de Natal para sua campanha quando seu pai, Dickson Nasser era presidente da Casa.

CASO GILSON MOURA

Com relação ao pedido de afastamento do deputado Gilson Moura, do PV, a informação é de que a Assembleia Legislativa recebeu a notificação da Justiça Federal e o afastamento do parlamentar deve ocorrer nos próximos dias, possivelmente ainda essa semana.

Compartilhar:
    Publicidade