Praças de Natal acumulam problemas e causam insegurança aos moradores

Bancos quebrados, fiação descascada, falta de iluminação e equipamentos danificados são as principais queixas

Na Praça da Lagoa de Captação de Ponta Negra, onde funcionava o Centro de Tradições Gaúchas, as calçadas foram tomadas pelo mato. Foto: Wellington Rocha
Na Praça da Lagoa de Captação de Ponta Negra, onde funcionava o Centro de Tradições Gaúchas, as calçadas foram tomadas pelo mato. Foto: Wellington Rocha

As praças públicas, quando bem cuidadas, servem como mais uma opção de lazer para o cidadão.  Porém, quando a manutenção delas é esquecida pelo poder público, podem se tornar um problema para a vizinhança e para os que por elas trafegam. É o caso das praças Embaixador Fernando Abbott Galvão, em Capim Macio, Varela Barca, em Ponta Negra e muitas outras que existem na cidade. Capim alto, falta de iluminação, lixo nos canteiros, árvores com cupins e até fiações descascadas denunciam a falta de manutenção das praças por parte da Prefeitura de Natal.

A população reclama, por unanimidade, que as praças de Natal atraem traficantes e drogados, que usam o local mal iluminado para realizarem atividades ilícitas, trazendo insegurança para os moradores.

Na Praça Embaixador Fernando Abbott Galvão, em Capim Macio, o que se vê é o capim muito alto, árvores empestadas de cupins, sem podação, fios descascada, traves enferrujadas, equipamentos quebrados e muito lixo. Segundo a funcionária de uma pousada próxima à praça, Marileide Gomes da Silva, os moradores do bairro deixaram de frequantar o local, pois ela está abandonada. “A última limpeza que a Prefeitura fez foi em junho de 2013. A praça passou um mês no escuro total e agora é que colocaram algumas lâmpadas, mas ainda faltam muitas. Essa escuridão atrai muitos drogados e traz insegurança para nós. Os moradores pararam de frequentar a praça e os turistas que frequentam nossa pousada ficam admirados com a falta de limpeza. É um descaso muito grande”.

Em Ponta Negra, na Praça Varela Barca, a situação não é diferente. De acordo com o morador Edinaldo Jacinto de Brito, a Associação de Moradores de Ponta Negra afirmou que a Prefeitura vai começar a fazer a limpeza das praças do bairro a partir de hoje, mas quem atualmente faz são os vizinhos. “Quem estava fazendo a limpeza dessa praça éramos nós, que moramos aqui nas proximidades. Pagamos até uma pessoa e compramos os sacos de lixo para tentar manter a praça limpa. Antes tinha um funcionário que mantinha a praça sempre limpa, mas logo quando o prefeito assumiu, ele passou apenas alguns meses e deixou de vir”, disse o morador.

Moradores se uniram e compraram uma lâmpada para iluminar um trecho da praça. “Nós moradores fizemos uma ‘vaquinha’ e compramos uma lâmpada de R$ 200 para poder iluminar essa parte da praça, pois ela está sem iluminação e fica muito perigoso andar por aqui, são assaltos, pessoas cometendo atos de atentado ao pudor e se drogando. Isto é um descaso por parte da prefeitura, não só com as praças de Ponta Negra, mas com todas da cidade”, disse Edinaldo Jacinto.

Na Praça da Lagoa de Captação de Ponta Negra, onde funcionava o Centro de Tradições Gaúchas, as calçadas foram tomadas pelo mato. A moradora Tina Castro disse que há mais de três anos a praça não passa por manutenção. “A praça está sem energia, sem manutenção, são anos de descaso por parte do prefeito. Por causa da falta de iluminação existem muitos assaltos e pessoas vêm se drogar aqui todos os dias”.

A manutenção das praças de Natal é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb). Segundo a assessoria da secretaria, a limpeza das praças da cidade está sendo feita de forma emergencial, quando tem eventos na praça ou quando alguém solicita.

A licitação que vai resolver os problemas das praças da capital está em curso há 100 dias na Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) e não tem previsão de data para encerrar. Segundo a Semurb, tão logo saia o resultado será dado o início aos trabalhos de limpeza e recuperação das praças da Natal.

O gerente de operações da Semurb, Jorge Luiz Andrade, informou que devido a dificuldades financeiras do município a equipe que trabalha nas praças e canteiros da cidade está bastante reduzida com apenas 70 homens. “No momento estamos com um número bastante pequeno de homens trabalhando nestes serviços e estamos priorizando os canteiros da BR-101 e a entrada da cidade. Mas a partir de fevereiro iremos realizar a limpeza e recuperação de equipamentos das praças e das áreas verdes”.

Ainda de acordo com a Semurb, do último mês de setembro até esta data, a secretaria fez a limpeza, pintura e recuperação de cerca de 30 praças. Hoje, agentes ambientais de limpeza estão realizando a manutenção das praças Tancredo Neves, em Ponta Negra e Luiz Almir, na zona Norte da capital.

Compartilhar: