Praças decidem suspender acampamento em frente à Governadoria

Amanhã (29), militares estaduais ocuparão as galerias da Assembleia Legislativa para acompanhar a tramitação da proposta de reposição do subsídio, já encaminhada pelo Executivo à Casa, conforme combinado

Acampamento-da-PM---protesto-HD--(4)

Em atendimento ao acordo firmado entre titulares das associações representativas de praças e autoridades estaduais, durante reunião realizada na última segunda-feira (26), depois de quatro dias aquartelados em frente à Governadoria, militares suspendem acampamento na manhã de hoje (28).  Esta quinta-feira (29), eles acompanharão de perto a tramitação do Projeto de Lei Complementar que prevê a reposição dos subsídios dos policiais e bombeiros militares, em 32%. A concentração acontece a partir das 9h, em frente à Assembleia Legislativa.

O titular da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques conta com a participação maciça dos militares na mobilização de amanhã (29), a exemplo do que foi feito nas últimas ações dos praças. “Na ocasião, todos vamos acompanhar a tramitação do documento que inclusive, já foi lido em plenário. Os dirigentes das entidades também irão dialogar com os deputados a fim de que o trâmite da proposta de reposição ganhe ainda mais celeridade”, completa.

Assim que for aprovada em plenário e, em seguida, sancionada pela chefe do Poder Executivo, a reposição em 32% do subsídio será realizada da seguinte forma: 6% em setembro de 2014, 8% em março de 2015, 9% em setembro de 2015 e 9% em março de 2016. Outra prioridade para os profissionais, a Lei de Promoção de Praças, será sancionada pela governadora Rosalba Ciarlini nos próximos dias. “A conquista do nosso principal ponto de reivindicação dará fim ao ciclo de injustiça que acontece com os policiais e bombeiros, os quais não irão mais se aposentar como soldados”, comemora Eliabe Marques.

Compartilhar:
    Publicidade