Pré-candidata do PEN afirma que população resgatará País do caos

Denise Abreu visita Natal para participar de encontro da sigla e defende candidatura própria do partido para Governo do Rio Grande do Norte

76i67i4

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

A pré-candidata à presidência da República pelo PEN – Partido Ecológico Nacional, Denise Abreu, que visitou Natal nesta última terça-feira para entendimentos com correligionários locais, afirmou em entrevista exclusiva a´O Jornal de Hoje que as eleições deste ano tem uma luta própria e importante que é segundo ela, “resgatar o País e toda a população brasileira do caos instalado nos quase 12 anos do governo do PT que focou na disseminação de ideologia e programas de esquerda voltados para a não produção nacional. “Vamos trilhar a luta do bem contra o mal”, disse ela, referindo-se ao governo petista.

No entendimento da pré-candidata do PEN, que é advogada e procuradora do Estado de São Paulo, de positivo no governo petista, apenas a manutenção da política econômica implantada pelo governo anterior e negativo, o descaso com a saúde, educação, segurança, transportes e fomento ao assistencialismo sem criar bases sólidas para a produção e profissionalização dos beneficiários de programas sociais. “Entendo, que no caso do Bolsa Família deve ter a obrigatoriedade de frequência a cursos profissionalizantes para que esse contingente de pessoas transforme-se em mão de obra qualificada”, ressalta.

Ainda referindo-se ao Governo Federal, Denise Abreu disse considerar Dilma Rousseff “uma péssima gestora”, daí a população ter se mostrado descontente com as medidas adotadas por ela e a omissão do governo com relação aos serviços essenciais. “A presidenta e pré-candidata à reeleição está com 60 por cento de rejeição e 35 por cento afirmam que não votam em Dilma em hipótese alguma”, observa. Sobre Aécio Neves, do PSDB, a pré-candidata do PEN diz que “foi um bom governador, mas deixa a desejar como senador de oposição”.

COPA DO MUNDO

Denise Abreu fez críticas contundentes a realização da Copa do Mundo no Brasil. “O Brasil tem problemas estruturais e o dinheiro do BNDES deveria ter sido destinado para a saúde, a segurança e educação. A Copa do Mundo é uma parceria boa para a Fifa, para o governo e para o PT que deixarão 2 grandes legados: o legado nacional que é revolta do povo e o legado internacional que a vergonha que o Brasil vem passando no exterior”.

“Existe falta de entendimento sobre sustentabilidade”

“O PEN tem como filosofia a sustentabilidade do ser humano e a manutenção de valores conservadores da família que é a célula máter da sociedade”, disse a pré-candidata do Partido Ecológico Nacional, acrescentando existir falta de entendimento sobre o assunto sustentabilidade, que segundo ela, visa primordialmente o desenvolvimento do ser humano com o meio ambiente a serviço do desenvolvimento. “O PV, por exemplo, tem uma visão diferente quando coloca o desenvolvimento à frente do humano”, esclarece.

Questionada sobre sua visita a Natal, a pré-candidata do PEN à presidência da República informou que manterá entendimentos com correligionários sobre questões nacionais e sobre o processo sucessório estadual, admitindo inclusive, que o partido não descarta a possibilidade de apresentar candidatura própria para o Governo do Estado. O presidente do PEN estadual, advogado Luiz Gomes disse que Denise Abreu veio a Natal orientar os correligionários sobre o pleito. “A Executiva Nacional orienta candidatura própria, mas isso só será definido na convenção do partido que ocorrerá no próximo dia 27″, concluiu Luiz Gomes. (JP)

Compartilhar:
    Publicidade