Prefeito Carlos Eduardo assina contrato de R$ 135 milhões para saneamento‏

As obras beneficiam 399 ruas em diversos loteamentos

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com a presença do ministro das Cidades, Gilberto Occhi, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, assinou na manhã desta quarta-feira (20), na superintendência regional da Caixa Econômica Federal, contrato no valor de R$ 135 milhões para obras de saneamento integrado nos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul, localizados na zona Norte. O convênio foi assinado entre o município de Natal, o Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal.

O sistema de saneamento básico integrado envolve outras políticas setoriais destinadas à ampliação da rede de distribuição de abastecimento d’água, drenagem e pavimentação. Está previsto, ainda, a construção de três unidades escolares, dois Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), ecopontos, quadras poliesportivas e banheiros públicos.

As obras beneficiam 399 ruas em diversos loteamentos localizados nos dois bairros, caso de Boa Esperança, Câmara Cascudo, Cidade Praia, José Sarney, Nordelândia, Parque Industrial e parte do Parque dos Coqueiros. O prazo do contrato é de 18 meses, mas a Prefeitura vai tentar antecipar para 12 meses. Até novembro deste ano, as obras serão licitadas e a expectativa é que iniciem no final do ano.

“É muito importante a iniciativa do Governo Federal porque os problemas brasileiros estão concentrados nas cidades. Hoje 87% dos brasileiros moram em áreas urbanas. O Ministério das Cidades tem a missão de pensar os projetos para beneficiar a população brasileira”, disse o prefeito. E completou: “Toda semana temos reunião com a Caixa, a Caern, Cosern, DNIT, companhias telefônicas, empresários e secretários municipais. A gente discute desde a construção de um posto de saúde até um complexo viário, como é o caso do Dom Eugênio Sales. Os problemas da cidade têm sido enfrentados e resolvidos. Até dezembro de 2015 as obras ficarão prontas”, garantiu.

De acordo com a Prefeitura, 20 mil famílias em situação de vulnerabilidade devem ser beneficiadas, sendo 69.569 pessoas contempladas diretamente e 141.048 indiretamente. O projeto pretende ampliar o acesso aos serviços essenciais básicos e diminuir as doenças por veiculação hídrica.

Na ocasião, o ministro Gilberto Occhi lembrou o investimento superior a R$ 503 milhões para universalizar o esgotamento sanitário de Natal. “Vamos recuperar os mananciais hídricos do município. É uma satisfação muito grande”, assinalou o gestor. Os investimentos do Ministério das Cidades anunciados hoje contemplam, ainda, as cidades de Mossoró e Parnamirim, num total de R$ 340 milhões.

Conforme a governadora Rosalba Ciarlini, Natal será a primeira capital brasileira a ser 100% saneada. Serão investidos R$ 300 milhões nas zonas Leste, Oeste e Sul e mais R$ 200 milhões na zona Norte, afora os R$ 135 milhões oriundos do projeto de Saneamento Integrado do Ministério das Cidades, via Caixa Econômica Federal.

Compartilhar: