Prefeito de Mossoró rompe com Fafá Rosado e lança o pai para a Assembleia

Francisco José Júnior também vai coordenar a campanha de Robinson Faria ao Governo do Estado

Francisco

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), rompeu com a ex-prefeita de Mossoró Fafá Rosado (PMDB), pouco mais de um mês após a eleição suplementar na cidade. Em declaração à imprensa, Francisco José Júnior disse que não poderia servir a dois palanques na eleição de outubro que vem.

Aliado do vice-governador Robinson Faria, o prefeito de Mossoró não aceitou que Fafá apoiasse a candidatura do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), no município.

“O nosso desejo era manter o mesmo palanque vitorioso das eleições suplementares, mas na política, nós não podemos servir a dois senhores. Não tinha como eu coordenar a campanha de Robinson, do PSD, e Fafá coordenando a campanha de Henrique em Mossoró”, afirmou o prefeito.

Segundo Francisco José Júnior, até a presidência do PSD no município foi oferecida a Fafá, para que ela não deixasse de cumprir com o acordado. “Tentei, até o último momento, abri mão da presidência do PSD para oferecer a Fafá, no intuito de mantermos o mesmo palanque e deixei para Fafá tomar a decisão. Minha vontade era de apoiar Leonardo e de estarmos todos juntos, como não foi possível, então cada um vai seguir o seu caminho”, disse ainda o prefeito.

EFEITOS

Como efeito do rompimento entre as duas lideranças, Francisco José Júnior, que foi eleito com votação consagradora e realizar um trabalho elogiado até por adversários à frente da prefeitura municipal, não irá mais apoiar a candidatura do marido de Fafá, o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), à reeleição. Além disso, lançou o próprio pai, o ex-deputado Francisco José, à Assembleia Legislativa.

Outra defecção para o grupo de Fafá é que o prefeito também retirou o apoio ao nome da ex-prefeita na disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados. Instado pela jornalista Thaísa Galvão a responder se iria se vingar da ex-prefeita, o prefeito respondeu: “Não tenho sentimento de vingança. Mas toda ação tem uma reação. Acho que a parceria nas eleições de Mossoró foi boa para ambos. Digo porque ganhamos as eleições e Fafá ganhou sobrevida, pois sempre foi escanteada por Henrique. Se eles decidiram ir contra nossos candidatos, desejo sorte e digo que não guardo rancor de ninguém. Se não deu certo é porque amanhã não iria dar. Deus está no comando de tudo”, afirmou.

Compartilhar:
    Publicidade