Prefeito de Nova Friburgo leva chineladas em audiência pública

Moradora aproveitou a distração de Rogério Cabral, tirou o chinelo e aplicou uma "coça" no prefeito

65y65yu56y5u

Uma moradora de Nova Friburgo, município da Serra Fluminense, deu chineladas nas nádegas do prefeito da cidade, Rogério Cabral, durante uma audiência pública para discutir a revitalização dos distritos de Lumiar e São Pedro da Serra. A cena inusitada foi parar nas redes sociais e virou motivo de piada na cidade. A “coça” aconteceu na última quinta-feira, dia 20, quando moradores da região pediam o adiamento do início das obras.

Durante a audiência, que contou com representantes do governo do estado, uma senhora vestida com a camisa do Botafogo não se conteve e, de forma amistosa, deu umas chineladas no prefeito. Sem graça, Rogério Cabral disfarçou e tentou se afastar da mulher. Não satisfeita, a botafoguense ainda aproveitou para dar um chute na bunda do prefeito.

A revitalização dos distritos, conhecidos pela grande quantidade de cachoeiras e por abrigar uma comunidade hippie nos anos 60, é motivo de polêmica na região. Moradores e representantes dos setores produtivos de Lumiar e São Pedro temem que a implantação do projeto traga consigo a favelização da área, que possui mais de 80% da área de Mata Atlântica preservados.

O processo licitatório para revitalização de Lumiar e São Pedro da Serra já está concluído, e a empresa responsável pelas duas obras pretende instalar os canteiros de obras nos próximos dias. Contudo, o início dos serviços, foi adiado a pedido dos próprios moradores. Eles formaram uma comissão para avaliar os projetos apresentados pelo município. O veredito final será dado pelos moradores em abril.

A jornais locais, o prefeito afirmou que a obra não vai começar sem a aprovação da população local:

– As obras criaram certa polêmica e não vamos iniciá-las sem o consentimento dos moradores dos dois distritos. Nada será enfiado goela abaixo – garantiu o prefeito, que levou na esportiva a “lição” imposta pela moradora.

 

 

Fonte: O Globo

Compartilhar:
    Publicidade