Prefeito destaca legados conquistados em virtude da realização da Copa

Objetivo da iniciativa é proporcionar um diálogo com a sociedade local e apresentar de forma quantificada os impactos resultantes do evento, garantindo clareza e transparência dos investimentos realizados e benefícios auferidos

Foto: Marco Polo
Foto: Marco Polo

Os avanços nas áreas de mobilidade urbana, saúde, educação, esporte, segurança pública e infraestrutura proporcionados pela realização da Copa do Mundo de Futebol foram tema do I Seminário Regional de Legado que aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), no salão de eventos do Hotel Imirá. Abordando o tema “Legados dos Grandes Eventos Esportivos – Copa 2014”, o evento foi organizado numa parceria da secretaria municipal da Juventude, Esporte, lazer e Copa do Mundo FIFA 2014 (Secopa) com o Ministério do Esporte. O principal objetivo da iniciativa é o de proporcionar um diálogo com a sociedade local e apresentar de forma quantificada os impactos resultantes do evento, garantindo clareza e transparência dos investimentos realizados e benefícios auferidos.

Presente ao evento, o prefeito Carlos Eduardo reafirmou que a capital potiguar fez o seu dever de casa e está preparada para sediar o evento. Ele lembrou que a sua gestão correu contra o tempo para garantir os investimentos que vão deixar para Natal o grande legado da Copa. O conjunto de obras de mobilidade em curso na cidade mereceram destaque do chefe do executivo municipal. Carlos Eduardo enfatizou que quando assumiu a administração recebeu a informação que Natal corria o risco de perder o dinheiro destinado para as intervenções, pois não havia apresentado os projetos no tempo hábil. “Assumimos esse compromisso e mantivemos o direito de Natal receber essas obras estruturantes”.

As obras em torno do estádio Arena das Dunas estão cumprindo o cronograma e serão entregues para a população no final do mês de maio. Serão seis túneis e dois viadutos, sendo um deles estaiado que vão eliminar oito semáforos na região, trazendo uma maior fluidez do trânsito da cidade. “O primeiro túnel dessa obra será entregue no próximo dia 25 de maio e os demais no dia 31. Até o dia 06 de junho iremos finalizar todos os serviços de sinalização e paisagismo”. O único equipamento que não será entregue antes do mundial é o localizado na BR-101 que apesar de concluído não poderá ser utilizado, em virtude do tempo de secagem do concreto.

Ainda na área de mobilidade urbana, a cidade vai ganhar também o seu primeiro binário nas Avenidas Capitão-Mor Gouveia e Jerônimo Câmara. Outra obra  importante fruto da realização  da Copa na capital potiguar foi a construção do Túnel de Macrodrenagem que vai acabar com 33 pontos de alagamento nos bairros de Lagoa Nova, Candelária, Potilândia, Cidade da Esperança e comunidades próximas. Carlos Eduardo mencionou também a reforma e padronização de mais de 55 quilômetros de calçadas por toda a cidade. “São investimentos superiores a R$ 400 milhões de reais que representam um avanço significativo na qualidade de vida do cidadão natalense”.

As heranças positivas do mundial para Natal não ficarão só no aspecto tangível lembrou o prefeito. A gestão preparou uma série de ações e programas em várias áreas que serão aplicados durante os jogos, mas que serão mantidos após o término do campeonato. Dentre eles estão iniciativas no campo do combate à exploração sexual infanto-juvenil, limpeza pública, segurança, esporte e lazer. O turismo, principal atividade econômica do município, também será muito beneficiado com a Copa. Carlos Eduardo informou que já está garantida a presença de 22.000 mil cidadãos estadunidenses, 11.000 mil uruguaios, 8.000 mil italianos, 2.000 ganeses, além de mexicanos e camaroneses. “A cadeia de turismo de Natal vai ampliar muito seu mercado, já que receberemos visitantes de países que não costumam colocar Natal em sua rota de lazer. Isso representa muito para todo o setor”, concluiu o prefeito.

O secretário municipal da Juventude, Esporte, lazer e Copa do Mundo FIFA 2014, Luiz Eduardo Machado, também seguiu a mesma linha do prefeito e elencou algumas políticas voltadas para a pasta que só serão aplicadas na capital potiguar, por conta da realização dos jogos. Ele disse que até o final do ano serão implementados vários programas como o Vida Saudável que é voltado para a população da terceira idade, ofertando atividades de esporte, lazer, cultura, saúde e arte. Serão investidos R$ 1,7 milhões de reais. Outro programa é o 2º Tempo, onde os alunos de 16 escolas da rede pública municipal de ensino terão a oferta de atividades complementares extracurriculares. A cidade do Natal também vai receber o seu primeiro Centro de Iniciação do Esporte (CIE) que é um complexo multiuso e contará com dois ginásios de pequeno porte para uso da população.

Participaram do seminário representantes de diferentes segmentos da sociedade, incluindo atletas, cientistas, estudantes, empresários, professores, profissionais de diferentes áreas, em particular aqueles vinculados ao esporte, interessados em discutir e colaborar no planejamento estratégico de legados, pré e pós-evento, que assegure a apropriação dos resultados dos investimentos efetuados pela sociedade brasileira, além de quantificar os impactos que os legados da Copa do Mundo 2014.

Compartilhar:
    Publicidade