Prefeito reconhece problemas na Saúde mas comemora avanços

Prefeito Carlos Eduardo leu mensagem iniciando os trabalhos legislativos nesta última terça-feira no final da tarde diante de 26 vereadores, auxiliares e autoridades constituídas do RN

Carlos Eduardo falou dos transtornos provocados pelas obras de mobilidade, mas disse que a cidade vai melhorar para a Copa. Foto: Divulgação
Carlos Eduardo falou dos transtornos provocados pelas obras de mobilidade, mas disse que a cidade vai melhorar para a Copa. Foto: Divulgação

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, reconheceu durante pronunciamento por ocasião da leitura da mensagem anual do seu governo na Câmara Municipal diante de 26 vereadores no final da tarde desta última terça-feira, que não conseguiu ainda resolver os problemas do setor de saúde pública, mesmo estando há mais de 12 meses no cargo. “O setor de saúde é o mais crítico da administração pública”, disse ele, ao ler um calhamaço de 32 páginas que provocou sonolência e cochilos em alguns presentes, como foi o caso do vereador Ary Gomes, do PROS. Mesmo assim, o prefeito disse que recuperou 75 unidades de saúde e tem atualmente 96 por cento dos serviços da rede básica em operação. Carlos Eduardo destacou também, a contratação de profissionais do programa “Mais Médicos” e reabriu vários leitos em maternidades.

Carlos Eduardo disse que superou as dificuldades no setor educacional, que segundo ele, registra avanços, a exemplo do programa “Tributo à Criança”, que “foi totalmente retomado”. Ainda nesse setor, destacou melhoria na merenda escolar, distribuição de fardamento e transporte escolar para o alunado. Afirmou ter organizado a SEMTAS e beneficia 47 mil famílias através do programa governamental, “Bolsa Família”. Regularização fundiária foi outro destaque anunciado pelo prefeito de Natal na leitura da sua mensagem anual, segundo ele, atingindo vários bairros da capital. Setores como turismo, habitação e limpeza pública também foram citados. “Melhoramos o aspecto da cidade e firmamos contrato para recuperar a orla marítima”, disse ele, lembrando ainda, melhorias feitas em praças e logradouros públicos.

O prefeito referiu-se ainda, as obras que estão sendo realizadas em Natal, reconheceu os transtornos que estão provocando à população, mas disse acreditar que a mobilidade urbana deve melhorar antes da Copa. Finalizou dizendo que estabelecerá um novo modelo de gestão pública com previsão de economizar 9 milhões de reais por ano.

Compartilhar:
    Publicidade