Prefeitura gasta R$ 300 mil com shows e vereador critica Carlos Eduardo

A Prefeitura gasta R$ 4,5 milhões com pisca-pisca e quase meio milhão com shows

Zeca Baleiro e a potiguar Roberta Sá, filha do ex-deputado Múcio Sá, cobraram R$ 80 mil cada um. Foto: Divulgação
Zeca Baleiro e a potiguar Roberta Sá, filha do ex-deputado Múcio Sá, cobraram R$ 80 mil cada um. Foto: Divulgação

O gasto de R$ 330 mil só de cachês para artistas nacionais que se apresentarão no “Natal em Natal” deste ano pode ter pego de surpresa muita gente, diante da situação de crise financeira que a Prefeitura também diz atravessar. Contudo, não para o vereador Sandro Pimentel, do PSOL, que já vem reclamando dessa situação há algumas semanas, pelo fato de, com ela, o prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, demonstrar quais são as prioridades dele na gestão.

“Com isso, o prefeito, mais uma vez, mostra que não administra a cidade para a população natalense e sim para os turistas”, afirmou Sandro Pimentel, justificando que isso é consequência de Natal estar com uma série de problemas nos serviços básicos, sobretudo na saúde, em estado de emergência desde o início da gestão, e mesmo assim o prefeito prefere gastar com decoração e shows.

“A Prefeitura gasta R$ 4,5 milhões com pisca-pisca e quase meio milhão com shows, é um absurdo. O prefeito não tem coerência e demonstra isso mais uma vez. É uma maquiagem que está sendo feita em Natal, para o turista chegar e achar que a cidade é boa, mas se for procurar mesmo, vai ver que Natal continua com problemas graves, como posto de saúde fechando e a saúde em estado de emergência”, acrescentou Sandro Pimentel.

Na edição desta quinta-feira, O Jornal de Hoje mostrou, com base em dados publicados no Diário Oficial do Município (DOM), que a Prefeitura vai gastar, só com o cachê de quatro artistas que se apresentarão no “Natal em Natal” – Elba Ramalho, Zeca Baleiro, Roberta Sá e Fagner – mais de R$ 330 mil. A apresentação mais “cara” é a de Elba Ramalho, no dia 14 de dezembro, na Árvore de Natal do Panatis – Ginásio Nélio Dias. O cachê dela é de R$ 86.638,00 e a contratação foi intermediada pela Baioque Produções Artísticas.

O cantor cearense Fagner foi a segunda atração mais cara. Cobrou, por meio da VG Agitos Musicais, R$ 84 mil para se apresentar no dia 21, na Árvore de Natal do Panatis – Ginásio Nélio Dias, para o Evento “Natal em Natal – 2013″. Zeca Baleiro e a potiguar Roberta Sá, filha do ex-deputado Múcio Sá, cobraram R$ 80 mil cada um. Zeca se apresenta também no dia 20 de dezembro de 2013, na Árvore de Natal de Mirassol. Roberta Sá canta no dia 13, na Árvore de Natal de Mirassol. (CM)

Compartilhar:
    • antonio candido de oliveira

      para saúde e, o portal da transparência sobre a imobilidade urbana não tem dinheiro
      mas,pra shows natalino tem,por isso é que natal foi reprovado na pesquisa ficando em
      12°( ùltimo lugar).

    • HERY

      O CHEFE DO EXECUTIVO MUNICIPAL FOI ELEITO PORQUÊ O POVO VOTOU NELE DIRETAMENTE,E NÃO POR NÚMERO DE VOTOS DE OUTRO CANDIDATO E AINDA POR CIMA SABE SER POLÍTICO.

    • HERY

      ESSA MANEIRA DE FAZER OPOSIÇÃO É PORQUÊ FOI VETADO O AUMENTO QUE ELE QUERIA, QUE MEDIOCRIDADE!!!!!!!!!!!!