PMN monitora áreas de risco para minimizar transtornos causados pelas chuvas‏

A Prefeitura pede a colaboração da população para que não se dirija, principalmente, para as regiões da Rua Guanabara e de Areia Preta, para observar os estragos ocorridos

Foto: Marco Polo
Foto: Marco Polo

A Prefeitura de Natal mobilizou toda a estrutura das suas secretarias e órgãos da administração direta e indireta para minimizar os transtornos causados pelas chuvas que castigam a cidade nos últimos dias. O prefeito Carlos Eduardo se reuniu, no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, com toda a equipe de governo, desde o início da manhã deste domingo (15), onde acompanha de perto todas as ações de combate a força das chuvas.

A secretaria municipal de Defesa Social (Semdes) implementou um serviço de plantão 24 horas para atender a população em caso de emergência através do número: 3232-2525. O Departamento de Defesa Civil, vinculado a Semdes, está trabalhando com um efetivo de mais de 30 homens, realizando o serviço de identificação e interdição de áreas de risco em toda a Natal. Neste domingo, ocorreu o deslizamento de uma casa na Comunidade do Jacó, em Petrópolis. Os danos foram só materiais. Ontem, na mesma região, quatro residências desabaram, mas também sem vítimas.

O titular da Semdes, Paulo César Ferreira, informou que foram evacuadas 50 residências entre as ruas Atalaya e Guanabara em Mãe Luiza e os edifícios Aldebaran e Infinity em Areia Preta. Ainda hoje, mais 15 famílias deixaram as suas casas na região da rua Guanabara em virtude do aumento da área de risco no local. Esse trabalho de remoção dos cidadãos atingidos está sendo feito por uma equipe de oito funcionários da secretaria municipal de Assistência Social (Semtas). As famílias removidas estão indo para casa de parentes. Para as pessoas que não têm onde ficar foi disponibilizado o Ginásio Nélio Dias. Serão montados três pontos de apoio para as equipes que estão atuando na região da Rua Guanabara e de Areia Preta. A montagem das tendas será feita pelos Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.

Com a diminuição do volume de precipitação e com os trabalhos desenvolvidos pelos órgãos envolvidos a situação está controlada. A Prefeitura pede a colaboração da população para que não se dirija, principalmente, para as regiões da Rua Guanabara e de Areia Preta, para observar os estragos ocorridos. A Defesa Civil recomenda que os curiosos evitem o local, pois ainda há risco de desabamento na região.

A Prefeitura do Natal também iniciou uma campanha de arrecadação de donativos para as vítimas das chuvas. Neste momento, são necessárias doações de fraldas, materiais de limpeza e higiene. Os pontos para a entrega de mantimentos são: Palácio dos Esportes, Ginásio Nélio Dias, Aeroclube de Natal, Escola Municipal Santos Reis e no CRAS do Planalto. Para mais informações, os interessados em ajudar devem entrar em contato pelos seguintes telefones: 3232-4497 (CRAS Planalto); 8870 3325 e 8870 3340 (Equipe de plantão da Semtas na Escola Municipal Santos Reis).

Estão apoiando a Prefeitura nesse combate aos efeitos das chuvas o Corpo de Bombeiros, Policia Militar, Marinha da Brasil e Exército, secretaria estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Arquidiocese de Natal, Igrejas Protestantes de várias denominações, além de toda a sociedade civil que está toda mobilizada nessa rede de ajuda a população.

Compartilhar: