Prefeitura de Caicó paga mais de 300 mil reais anuais com imóveis alugados

Para o vereador caicoense, alguns imóveis estão sob suspeitas por terem características de suposto apadrinhamento político

Após cobrança pública e ameaça de se acionar o Ministério Público para cumprir a Lei que obriga o município a responder aos pedidos de informações oriundos da câmara municipal, a prefeitura de Caicó respondeu o requerimento de autoria do vereador Nildson Dantas (PROS) que cobrava informações sobre os imóveis alugados pela gestão municipal.

Para o vereador caicoense, alguns imóveis estão sob suspeitas por terem características de suposto apadrinhamento político. “O imóvel onde morava o prefeito é alugado ao município com a finalidade de funcionar a secretaria de agricultura. Se constata apadrinhamento político na locação de imóveis em Caicó, casa que o prefeito morava antes de se eleger é alugada ao município, outro dado estarrecedor é o imóvel alugado para guarda de objetos por mais de dois mil ao mês e o que funciona a secretaria de tributação por 3.500 reais ao mês”.

Segundo o levantamento a secretária que detém mais imóveis alugados é a de saúde. “A secretaria de saúde é a que mais gasta com imóveis alugados e ao todo chega a ter um gasto de 300 mil reais anuais”, constatou Nildson Dantas.

Compartilhar:
    Publicidade