Presidente do Barça pede demissão após “caso Neymar”

Clube e dirigente estão sendo investigados pela Justiça espanhola

O Barcelona alega que pagou 57 milhões de euros para contratar Neymar. Foto: Divulgação
O Barcelona alega que pagou 57 milhões de euros para contratar Neymar. Foto: Divulgação

O presidente do Barcelona, Sandro Rosell, apresentou uma carta de demissão à Junta diretiva do clube nesta quinta-feira (23), segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo.

Clube e dirigente estão sendo investigados pela Justiça espanhola por supostas irregularidades na negociação com o Santos pela compra do atacante Neymar.

O Barcelona alega que pagou 57 milhões de euros para contratar Neymar. Segundo apuração do jornal El Mundo, o brasileiro custou na realidade 95 milhões de euros, 38 milhões a mais que não foram justificados pelo clube.

Na quarta-feira, o juiz espanhol Pablo Ruz aceitou a denúncia apresentada pelo sócio do Barcelona Jordi Cases por delito de apropriação indébita de parte do valor da contratação de Neymar, caso que agora será investigado.

A denúncia envolve a suspeita no pagamento de 40 milhões de euros para a empresa N&N, propriedade do pai do jogador brasileiro. Em sua resolução Ruz, juiz da Audiência Nacional, disse não ver no momento “urgência ou necessidade” para chamar Rosell para prestar depoimento.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: