Preso homem suspeito de depredar carros de luxo em protesto

Concessionária estima prejuízo de R$ 3 mi com vandalismo

Concessionária da Mercedes-Benz destruída durante processo. Foto: Divulgação
Concessionária da Mercedes-Benz destruída durante processo. Foto: Divulgação

A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta quarta-feira um homem suspeito de envolvimento na depredação de uma concessionária de carros importados durante protesto em 19 de junho no bairro de Pinheiros, zona oeste da capital. De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), o mecânico João Antônio Alves de Roza foi detido durante a manhã em casa em São Mateus, na zona leste.

Segundo os policiais, no local foram apreendidas roupas supostamente utilizadas por ele durante os atos de vandalismo. A polícia também recolheu um computador que será periciado.

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça. Segundo o Deic, Roza trabalha em uma cooperativa de ônibus. Ele foi encaminhado à Delegacia de Investigações sobre Estelionato (2ª DIG).

O estabelecimento alvo dos manifestantes, localizado na Marginal Pinheiros, havia sido aberto há pouco mais de uma semana e estima um prejuízo de R$ 3 milhões entre a depredação da loja e dos 12 carros danificados.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade