Pressão

A postura adotada pelos petistas, desde o anúncio oficial da retirada da candidatura do deputado Fernando Mineiro ao governo do…

A postura adotada pelos petistas, desde o anúncio oficial da retirada da candidatura do deputado Fernando Mineiro ao governo do Estado, é muito clara. O partido está pronto para apoiar o nome apresentado pelo PMDB para suceder Rosalba Ciarlini e, em troca, não abre mão da vaga para o Senado na chapa, com Fátima Bezerra.

Com isso, o PT joga no colo dos peemedebistas a pressão vinda do Planalto, de repetir na maioria dos Estados onde for possível, a aliança em nível nacional estabelecida entre as duas legendas. Provavelmente, a disputa presidencial repetirá a união da presidente Dilma Rousseff e do vice, Michel Temer.

Assim, os petistas também tentam afastar das lideranças do PMDB potiguar a ex-governadora Wilma de Faria, nome mais bem avaliado até agora nas pesquisas de opinião, e com chances de vitória tanto na disputa pelo governo quanto pelo Senado. Para o PT, Wilma também representa o palanque de Eduardo Campos no RN.

Resta saber qual será a reação do PMDB com a postura petista. Até agora, o deputado Henrique Alves tem adotado uma posição de pouca polêmica, sempre ressaltando que sua época de “radicalismo político” já passou. Nitidamente, uma tentativa de dobrar o PT de cima para baixo, com a meta de trazer o PSB de Wilma para perto dos dois.

Há quem garanta, inclusive, que os peemedebistas só terão candidato se forem apoiados, também, pela atual vice-prefeita de Natal, fórmula encontrada para tirar a “guerreira” do palanque adversário. A análise é que, contra Wilma, somente o ministro Garibaldi Alves Filho teria alguma chance. Isso se a derrota de 2006 não se repetir, claro.

O problema, nesse caso, é que o senador eleito por mais de 1 milhão de votos teria que se desincompatibilizar do cargo em Brasília até o início de abril, meses antes de saber em definitivo se Wilma será mesmo ou não candidata a governadora por mais uma vez. De qualquer forma, a pressão imposta pelo PT é, até agora, o único fato definido para 2014.

 

VETOS I
O Diário Oficial do Estado de hoje traz quatro vetos da governadora Rosalba Ciarlini a projetos aprovados pela Assembleia Legislativa. Um deles foi apresentado pelo deputado Fernando Mineiro (PT) e instituía política estadual de combate e prevenção à desertificação. Na lista também está matéria de George Soares (PR), voltada para criação de política de geração distribuída com energias renováveis.

VETOS II
Nem mesmo o aliado José Adécio (DEM) escapou. Rosalba não aceitou proposta do democrata que previa autorização e regulamentação da venda e consumo de bebidas alcoólicas em estádios e arenas esportivas do Estado. O argumento da governadora é que o projeto possuía “vícios de constitucionalidade e razões de interesse público que impõem o seu veto integral”.

VETOS III
O último da lista é de Gesane Marinho (PSD) e criava a “Conta Verde”. A ideia da parlamentar era possibilitar a troca de resíduos recicláveis por descontos na fatura de água em todos os municípios potiguares. Segundo Rosalba, “apesar da importância da proposição, a via normativa eleita para a implementação dessa medida não se apresenta adequada perante o ordenamento jurídico pátrio”.

VIA SEDEX
Por falar no Diário Oficial, também foi publicado hoje extrato de inelegibilidade de licitação, por parte do Gabinete Civil do Estado, voltada para prestação de serviços e venda de produtos postais que atendam às necessidades do órgão durante 2014. O valor estimado de gasto com essa atividade na atual temporada é de R$ 100 mil. Imagine se os Correios ainda fossem de grande utilidade.

FIM DOS CORREIOS
A procuradora de Justiça aposentada, Maria Lúcia Maciel Gomes Neto também enviou e-mail a coluna sobre a situação do nosso Correios. “Ao ler, em sua conceituada coluna, a observação do jornalista Osni Damásio a respeito da ineficiência dos Correios lembrei-me que, em outubro passado, enviei para João Pessoa/PB, uma encomenda via Sedex, que levou exatos 9 dias para ser entregue! Saudade também do tempo em que a instituição tinha credibilidade.”

ATÉ A ÁGUA
A partir desta semana a água mineral sofrerá um reajuste de cerca de 10% em todo o RN. O galão de 20 litros, que é vendido em média entre R$ 4,50 e R$ 5,50 para o consumidor final, deverá ficar entre R$ 5,00 e R$ 6,00. erca de 65% da população potiguar atualmente consome água mineral em suas residências.

LAMENTÁVEL
Em meio ao caos do sistema presidiário do Maranhão, que aos poucos ganha repercussão também em toda a imprensa mundial, a governadora Roseana Sarney resolveu abrir processo licitatório para a compra de 80 quilos de lagosta. Isso é o que se pode chamar de total falta de noção de um agente político. Falha imperdoável cometida emum momento crítico da gestão. Como diria Ailton Medeiros, parem o mundo que eu quero descer.

NOVIDADE
A Petrobras apresentou ontem as novas gasolinas comum e premium de ultrabaixo teor de enxofre, distribuídas desde 1º de janeiro, substituindo integralmente, em todo o país, as anteriores. Além dos benefícios ambientais, outro atrativo é que elas protegem o motor dos veículos e proporcionam um custo menor de manutenção.

 

GIRA MUNDO

A operação “Arrasta Paredão” da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo retirou de circulação das ruas de Natal seis “ paredões de som”, neste feriadão de Santos Reis.  A operação, que possui caráter permanente, teve início em março de 2013 e já apreendeu 88 paredões desde que foi deflagrada. Basta que o equipamento esteja funcionando em algum logradouro público ou local privado de acesso público da cidade para que seja passível de recolhimento. A população pode contribuir com a diminuição da poluição sonora em Natal através do disque-denúncia pelo 190.

Compartilhar: