Vale das Cascatas é ponto de assaltos, arrombamentos e uso de drogas

Abandonado, área do antigo clube tem sido utilizada por bandidos

Antigo clube localizado na Via Costeira de Natal está abandonado e tem sido alvo constante da ação de marginais. Foto: Heracles Dantas
Antigo clube localizado na Via Costeira de Natal está abandonado e tem sido alvo constante da ação de marginais. Foto: Heracles Dantas

Alessandra Bernardo
Repórter

Abandonado há vários anos, a área onde funcionava o antigo clube Vale das Cascatas, na Via Costeira de Natal, está servindo hoje como ponto de assaltos, arrombamentos de veículos, uso de drogas e de motel a céu aberto. Quem se arrisca a visitar o local, que ainda conserva um ambiente arborizado à beira-mar e as ruínas do que antes era o prédio principal e piscinas do empreendimento, encontra muito lixo e entulhos. Conforme informações da Companhia Independente de Policiamento Turístico (Ciptur), as ocorrências no local são diárias.

Dentro do que sobrou do prédio principal, podem ser encontrados restos de cigarros, latas e garrafas de bebidas alcoólicas, peças de roupas velhas, embalagens e restos de comidas e outros detritos, camisinhas usadas e até absorventes, além de fezes humanas e muito lixo. Já na área externa, entulhos e restos do que antes eram as piscinas e área de lazer do local. Isso em um dos pontos turísticos mais importantes do Estado.

Para os policiais da Ciptur, a área particular é fonte de constantes preocupações por causa dos inúmeros relatos de assaltos a pedestres, visitantes e banhistas, arrombamentos de veículos e uso de drogas, em toda e qualquer hora do dia ou da noite. E as vítimas são, principalmente, pessoas que não conhecem a área e se aventuram dentro das ruínas ou na praia.

“Recebemos chamados todos os dias e a toda hora, principalmente de pessoas que têm o automóvel arrombado ou que são abordados por bandidos que se aproveitam que a área é quase deserta para praticar seus crimes sem chamar tanta atenção da população. Infelizmente, muitas pessoas sabem disso, mas insistem em ir lá e acabam sendo alvos fáceis”, afirmou um oficial da Ciptur.

Quem frequenta o local também tem medo. “Só de saber que é na Via Costeira, dá medo, mas como estou com um grupo grande de pessoas e ainda é cedo, me sinto um pouco mais segura. Infelizmente, é um belo local, mas abandonado e perigoso. Se eu estivesse sozinha, jamais entraria aqui com medo de ser assaltada ou coisa pior”, desabafou uma jovem que visitava o local pela primeira vez.

Além de todo o lixo e entulhos, é possível encontrar ainda sinais de que as ruínas do antigo Vale das Cascatas são usadas para prática de sexo. Assim, peças de roupas, embalagens e preservativos usados podem ser encontrados em quase todos os ambientes do que sobrou do prédio principal, que apresenta ferragens expostas e rachaduras enormes, mato e fezes humanas.

Compartilhar: