UniFacex compra prédio do antigo CIC e expande atuação na capital potiguar

Instituição pretende iniciar as atividades a partir de abril com cursos técnicos profissionalizantes

UniFacex se destaca como o grupo educacional que mais cresce no Estado. Foto: Heracles Dantas
UniFacex se destaca como o grupo educacional que mais cresce no Estado. Foto: Heracles Dantas

Roberto Campello

Roberto_campello1@yahoo.com.br

 

Às vésperas de completar 112 anos de criação, no próximo dia 22 de fevereiro, o prédio onde durante mais de um século abrigou a primeira escola particular do Rio Grande do Norte – o Colégio Imaculada Conceição (CIC) -, terá novos capítulos da sua história escrita a partir de agora. Os empresários José Maria Figueiredo e Oswaldo Figueiredo, do Centro de Ensino Facex, confirmaram na manhã desta terça-feira (4) a compra de todo o prédio e mobiliário do antigo colégio, que durante décadas foi uma das escolas mais tradicionais da cidade. A aquisição feita pelo Unifacex é mais um passo rumo ao projeto de expansão de um dos grupos educacionais do Estado que mais vem crescendo nos últimos anos. A expectativa é que ainda no primeiro semestre, a partir do mês de abril, as aulas na unidade do Centro já sejam iniciadas com cursos técnicos profissionalizantes, entre eles os cursos de qualificação do Pronatec, oferecidos pelo Governo Federal.

O prédio do antigo Colégio Imaculada Conceição estava em oferta para venda desde seu fechamento, em dezembro de 2012. A proposta lançada ao final do ano passado agradou a província central da Congregação de Irmãs Santa Dorotéias, principalmente pelo fato de o Unifacex ter apresentado o projeto de dar continuidade a atividade que durante anos foi desenvolvida na instituição: o ensino.

Para a compra do CIC, o UniFacex concorreu e desbancou uma empresa do ramo imobiliário, que pretendia destruir o prédio e construir empreendimentos, igreja, banco e outros atividades interessadas. Hoje, o grupo educacional que tem 42 anos de atuação na Educação potiguar administra o Colégio Facex e o Unifacex (Centro Universitário Facex), com mais de 20 mil metros quadrados, entre área construída e terreno. Ao todo, o prédio do CIC possui aproximadamente oito mil metros quadrados, numa localização privilegiada, no centro da cidade. Na negociação, além da estrutura física, a Facex também adquiriu todo o mobiliário.

O presidente do grupo educacional, José Maria Figueiredo, relembrou o início da Facex, ainda na década de 70, no bairro da Ribeira. No final da década de 80, em função do abandono do bairro histórico, ele, mais uma vez ousou e mudou-se para a zona Sul de Natal, onde funciona a primeira unidade da Facex hoje. Anos depois, a Facex se tornou a primeira instituição privada de ensino superior do Rio Grande do Norte, com os cursos de Secretariado Executivo e Turismo.

“Falar sobre a Facex é muito gratificante, primeiro porque é uma história real. Uma história de luta, de sacrifícios, de conquistas, de momentos difíceis, mas sempre lembro Fernando Pessoa quando ele diz que as pedras que encontrou pelo caminho, ele juntou todas para construir um grande alicerce profissional, social e humano. Isso foi o que aconteceu com a Facex. É preciso ter coragem, e eu tive, de começar com apenas 30 alunos. Eu sempre quis que a Facex crescesse, para continuar, por isso investi nos meus filhos, que hoje estão na linha de frente da instituição”, afirmou o empresário.

O empresário José Maria Figueiredo explicou os motivos que levaram o Unifacex em adquirir o prédio do antigo Colégio Imaculada Conceição. “Procurávamos há algum tempo um espaço que correspondesse ao que hoje representa a Facex. Na hora que vimos um prédio centenário, que abrigou a primeira escola particular de Natal por mais de 100 anos, então, nós que somos a primeira instituição de ensino superior do Estado, achamos que não teria um casamento mais perfeito do que este. Começamos as negociações e fiquei triste quando soube que ele seria vendido e derrubado. A estrutura externa não pode ser derrubada, tem que ser preservada, porque é um marco, pois representa a história de Natal. Por isso que as irmãs acharam a nossa ideia interessante”, afirmou José Maria Figueiredo.

Hoje à tarde, os diretores tomarão posse do antigo prédio. Em seguida, a equipe técnica do grupo educacional visitará o prédio para começar as primeiras modificações que são necessárias, de modo a tornar o prédio ainda mais funcional e a atender as necessidades da Unifacex. O diretor administrativo do grupo educacional, Oswaldo Figueiredo, considera que o grande diferencial para a proposta do Unifacex ter sido aceita foi a garantia de dar continuidade a mesma atividade-fim que as irmãs Dorotéias executavam, com a mesma tradição e qualidade, mas com a modernidade que é necessária. “A nossa ideia é manter a estrutura arquitetônica, inclusive a capela. O que podemos fazer é modificar a finalidade. Podemos, por exemplo, transformá-la em um auditório ou um teatro. Todo ajuste que vai ser feito será para garantir a funcionalidade”, explicou Oswaldo Figueiredo.

Oswaldo Figueiredo explicou que a partir de abril, através da Escola Técnica do Unifacex (ETEC), sejam oferecidos os primeiros cursos onde funcionava o antigo CIC. São cursos que são oferecidos em parceria com o Pronatec, do Governo Federal, na área de técnico de enfermagem, técnico de radiologia e técnico de cuidador de idosos. A expectativa é que possa ampliar a oferta de cursos com a aquisição do novo prédio, haja vista que a região tem demanda. A partir do segundo semestre, a ideia é expandir os cursos de graduação tecnológica e bacharelado do Centro Universitário para a unidade no centro da Cidade. “O nosso corpo técnico está desenvolvendo o plano estratégico de negócios para a partir do segundo semestre começar a fazer a expansão da graduação”, afirmou o diretor administrativo, Oswaldo Figueiredo.

Inicialmente, a unidade funcionará apenas no turno noturno, mas a ideia é que haja atividade nos três turnos. Para 2014, será feito uma pesquisa de mercado para ver se há a viabilidade de implantar, também, a educação básica (Ensino infantil, Fundamental e Médio) também no prédio do antigo CIC. “A ideia é levar uma ideia de qualidade para aquele prédio histórico. Uma qualidade que desenvolvemos ao longo dos mais de 40 anos de atuação. O CIC marcou a história da educação potiguar e ao adquirirmos este prédio histórico mostra para a sociedade o crescimento e a grandeza que essa aquisição representa para a Educação do Rio Grande do Norte, feita por uma instituição genuinamente potiguar. Para isso, apostamos na qualidade dos nossos serviços”, disse Oswaldo Figueiredo. Hoje, o Unifacex conta com aproximadamente oito mil alunos.

 

Memória

O Colégio Imaculada Conceição foi a primeira escola católica e privada de Natal, inaugurada em 22 de fevereiro de 1902, pelas irmãs da Congregação Dorotéia oriunda da Itália, com o intuito de abrir uma Casa de Educação feminina (somente em 1978 a escola abriu as portas para os meninos tornando-se assim uma escola mista). O Colégio iniciou suas atividades numa casa situada nas imediações da Igreja do Rosário.

Devido à demanda, o Governo do Estado cedeu um prédio localizado à Avenida Rio Branco, onde o colégio funcionou até 1906, quando foi construído o prédio próprio, na Avenida Deodoro da Fonseca. Estudaram na escola conhecidas mulheres da sociedade natalense, como Maria do Céu Pereira, primeira deputada do estado e Ana Maria Cascudo, filha de Luiz Câmara Cascudo.

 

Estrutura

No total são 7.466 m² de área, que incluem o prédio principal com salas de aula, auditório, praça de alimentação, pátio. Uma escola que já comportou mais de três mil estudantes, em meados de 2006. No mesmo terreno ainda existe uma capela; a casa da Congregação de Irmãs de Santa Dorotéia; duas quadras integradas e uma terceira quadra fora do terreno principal. A casa de 17 cômodos da Congregação, e a Capela do CIC, são os únicos espaços que ainda funcionam no antigo colégio.

Compartilhar: