Primeiro filme feito com iPhone chega hoje em 30 cinemas

A partir desta quinta-feira será exibido em 30 cinemas sul-coreanos o filme “Cachorros e Gatos”, comédia romântica de um jovem…

Diretor Min Byung-woo: "Não esperava que a qualidade das imagens filmadas com o meu iPhone pudesse ser tão alta em uma tela gigante". Foto:Divulgação
Diretor Min Byung-woo: “Não esperava que a qualidade das imagens filmadas com o meu iPhone pudesse ser tão alta em uma tela gigante”. Foto:Divulgação

A partir desta quinta-feira será exibido em 30 cinemas sul-coreanos o filme “Cachorros e Gatos”, comédia romântica de um jovem diretor local que faz história ao ser o primeiro longa-metragem filmado integralmente com um iPhone que estreia em salas comerciais.

“Não esperava que a qualidade das imagens filmadas com o meu iPhone pudesse ser tão alta em uma tela gigante”, explicou à Agência Efe o diretor Min Byung-woo, de 31 anos, que está confiante de que o público não vai notar a diferença entre sua obra e qualquer outra rodada com equipamentos profissionais.

Min espera que “Cachorros e gatos”, cujo orçamento mal superou os 10 mil euros, atraia a curiosidade de um público que nunca viu no cinema um filme gravado com um smartphone.

“Mais que arrecadar com a bilheteria, queremos mostrar às pessoas que é possível rodar um filme com um iPhone e promover os aspectos mais inovadores da indústria cinematográfica”, disse à Efe Han Ji-yoon, analista da divisão de cinema de CJ E&M, produtora do longa-metragem.

O jovem diretor defende que “a história é atrativa e os amantes dos animais podem desfrutar muito” das centenas de cenas em que um cão e um gato são tão protagonistas como seus donos, interpretados pelos atores novatos Shin Myeong-Geun (ele) e Min-ji Son (ela).

O enredo da comédia, baseado em uma experiência real do diretor, descreve a turbulenta história de amor que surge após o encontro em um parque entre uma artista depressiva que adota um cachorro de rua e um jovem desenhista que encontra um gato amarrado a um banco e o transforma em seu companheiro de vida.

Os animais de estimação e o telefone inteligente são, por enquanto, os dois elementos que marcam a carreira cinematográfica de Min Byung-woo, um diretor até agora desconhecido que ganhou em 2011 o primeiro prêmio de um concurso nacional com seu curta-metragem filmado com iPhone “Gatos de rua”.

Para a difícil tarefa de rodar um filme com animais, segundo Min, o telefone é “mais prático que uma câmera profissional”, já que permite estar junto ao cachorro e ao gato durante um longo tempo e “quando se vê uma cena que se pode filmar, é necessário apenas tirá-lo do bolso e apertar um botão”, explicou.

É no mínimo curioso que precisamente na Coreia do Sul, cujo mercado tecnológico é dominado por empresas locais como Samsung e LG, um dispositivo da empresa californiana Apple tenha se tornado primeiro smartphone a levar suas imagens para a tela grande.

O diretor explica o porquê deste fato singular: “as câmeras da Apple e da Samsung têm uma qualidade parecida”, mas o aplicativo que uso para filmar “só está disponível no iPhone”.

Embora “Cachorros e gatos” faça história ao chegar às salas de cinema sul-coreanas, ele não é o primeiro nem o único filme gravado com o smartphone mais popular do mundo.

“Hooked Up” (2013), filmado pelo espanhol Pablo Larcuén com seu iPhone, vai apresentar no próximo Festival de Sitges o pesadelo de dois jovens durante uma noite de festa em Barcelona.

Além disso, caso do filme sueco-americano “Searching for Sugar Man”, ganhador do Oscar de melhor documentário deste ano, parte de suas cenas finais foram rodadas com um iPhone quando os produtores ficaram sem dinheiro.

Fonte:Bol

Compartilhar: