‘Prisioneiro gato’ que ‘causou’ nas redes sociais pode virar estrela pornô

Prisioneiro Jeremy Meeks recebeu oferta de US$ 100 mil

6u5u33

O ‘prisioneiro gato’ cujo ‘mugshot’ se tornou viral no mês passado já causou frisson entre as mulheres, já teria fechado um contrato como modelo e, agora, segue o caminho dos alçados subitamente ao estrelato: recebeu convite para fazer um filme pornô. Isso mesmo, Jeremy Meeks recebeu a oferta de US$ 100 mil para se tornar uma estrela pornô.

A empresa Dogfart Productions, que segundo o site “The Daily Dot” se autodenomina como “os reis incontestáveis ​​de entretenimento adulto interracial” disse, em comunicado, que tinha oferecido a Meeks a soma de seis dígitos para aparecer em duas cenas por semana. “Nós achamos que o olhar de Jeremy é absolutamente perfeito para a nossa rede”, declarou. A empresa teria dito ainda que estava pronta “para fazer os sonhos de centenas de milhares de mulheres com tesão e de um homem à procura de um novo começo se tornar realidade”.

Daí a Meeks aceitar tal oferta é um assunto completamente diferente. Enquanto sua foto na página do Departamento de Polícia de Stockton no Facebook foi apreciada por mais de 100 mil pessoas e comentada por mais de 26 mil, ele mesmo se esquivou de ser o centro das atenções durante uma entrevista à “ABC News”.

Meeks é casado, tem um filho, e sua família diz que ele passou os últimos seis anos tentando viver uma vida pacata depois de ter passado anos na prisão pelo envolvimento com a gangue Northside Gangster Crips. Meeks rompeu o silêncio na prisão, dizendo que não era “um rei do crime”. Há também uma chance de que ele terá de enfrentar ainda mais tempo de prisão, depois que a polícia disse que ele foi preso dirigindo um carro com dois passageiros, junto com semiautomática não registrada e carregada.

 

Fonte: O Globo

Compartilhar:
    Publicidade