PROCON/RN divulga resultado de fiscalização em postos de combustíveis

PROCON-RN está fazendo valer o poder da fiscalização

Fiscalização realizada culminou com inúmeros postos sendo multados. Foto:Divulgação
Fiscalização realizada culminou com inúmeros postos sendo multados. Foto:Divulgação

O PROCON/RN divulga nesta quarta-feira o resultado da fiscalização realizada em alguns postos de combustíveis de Natal com objetivo de coibir os preços abusivos dos combustíveis. De acordo com o Coordenador Geral, o PROCON/RN não está tabelando preço, mas orientando um preço médio que deverá ser cobrado em virtude do aumento concedido pelo governo federal que seria de 2,5%. Mas a média de aumento em natal foi de 10%, por isto não há tabelamento e sim combate a abusividade.

Os postos de combustíveis multados com base no faturamento da empresa foram: J Flor I (Alecrim) – 2,959, posto Natal (alecrim) – 2,970, posto VI (Alecrim) – 2,960, Cirne (Petrópolis) – 2,990, Natal II (Tirol) – 2,999, Cirne (Tirol) – 2,999, Premier   (Tirol) – 2,989, Cidade Natal   (Lagoa Nova) – 2,989, São Luiz I   (Lagoa Nova) – 2,959, Planalto   (Candelária) – 2,999, Natal II    (Capim Macio) – 2,999, posto 1002   (Capim Macio) – 2,999, Parelhas Gás  (Mirassol) – 2,999, Natali  (Lagoa Nova) – 2,969. Os postos que baixaram o preço: Campo Belo (Alecrim) – 2,87  e São Rafael (Alecrim) – 2,87.

Fonte:Assessoria

Compartilhar:
    • Rodrigo Batista

      não vi nenhum posto com preço menor que 2,89 e a aditivada 3,08. Tem que multa todos.

    Publicidade