PRODUÇÃO

A campanha ainda nem começou, mas as ‘maldades’ contra adversários já estão em ritmo de produção. Circula em grupos de…

A campanha ainda nem começou, mas as ‘maldades’ contra adversários já estão em ritmo de produção. Circula em grupos de WhatsApp, grupos que se formam pelo celular, via internet, um áudio gravado em estúdio que faz uma paródia contra a ex-governadora Wilma de Faria, relembrando os escândalos em que ela é alvo.

FRAGILIDADE

A deputada federal Fátima Bezerra, candidata do PT ao Senado, precisa arranjar outro discurso para combater a chapa adversária. Por enquanto, a irmã de Tetê continua choramingando que foi excluída do acordão pelo PMDB e que o entrave para participar do superpalanque de Henrique é José Agripino. Deixa a entender que, se o PMDB rifar o pai de Felipe da supercoligação, ela faz carreira para os braços de Henrique. O que é que tá havendo?

RETRIBUIÇÃO

Por falar em PT, o prefeito Carlos Eduardo disse hoje, na 96 FM, que apoiou o partido em 2008, contra sua própria sigla, na época o PSB, mas não recebeu apoio ao seu nome em 2010, quando foi candidato ao Governo do RN.

ÉTICA

Quer uma chapa mais ética do que Henrique, João Maia e Wilma de Faria? Os defensores da ética esquecem os casos de improbidade de Henrique, o sobrinho indicado por João Maia preso por corrupção no Dnit e os escândalos da gestão de Wilma. Segundo Sherloquinho, não é uma boa querer discutir ética tendo que defender uma chapa como essa.

CORAÇÃO

A exoneração da titular da Sethas, Shirley Targino, não vai ocorrer porque ela vai ‘acompanhar o partido’. Na verdade, Shirley vai acompanhar o namorado, deputado João Maia, que deixou Rosalba para ser o vice de Henrique.

ATRASO

O Governo do Estado já acostumou tanto a atrasar o pagamento do funcionalismo, que sequer se preocupa em informar oficialmente que vai ‘escalonar’ o débito, deixando centenas de servidores sem poder cumprir seus compromissos. Virou regra oficial o atraso; quando não atrasar é que deve virar notícia. É uma gestão desmoralizada.

Compartilhar: