Professor que chamou Pau dos Ferros de cabaré pega 30 dias de suspensão

A Portaria informa que a penalidade se deu por transgressão às regras de que regem o funcionalismo público federal

u6u3e5u3wuy45y

Trinta dias de suspensão. Essa foi a penalidade imposta ao professor Dhiego Fernandes Carvalho, do campus Pau dos Ferros do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). A medida foi resultante de uma sindicância da instituição após ele ter “zombado” da cidade do Alto Oeste potiguar. O resultado do procedimento administrativo contra o professor do IFRN foi publicado na edição dessa sexta-feira do Diário Oficial da União (DOU). O documento datado de 07 de abril deste ano traz que a Comissão de Sindicância resolveu suspender Dhiego pelo período de 30 dias à contar do dia 08 de abril.

A Portaria informa que a penalidade se deu por transgressão às regras de que regem o funcionalismo público federal, entre eles, o inciso I, do Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. A legislação mencionada ressalta que: “A dignidade, o decoro, o zelo, a eficácia e a consciência dos princípios morais são primados maiores que devem nortear o servidor público, seja no exercício do cargo ou função, ou fora dele, já que refletirá o exercício da vocação do próprio poder estatal. Seus atos, comportamentos e atitudes serão direcionados para a preservação da honra e da tradição dos serviços públicos”.

 

Fonte: De Fato

Compartilhar: