Profissionais do Samu RN participam de treinamento para a Copa

A preparação é voltada para desastres e outras ocorrências graves que possam vir a acontecer em eventos de massa, como a Copa do Mundo

Cerca de 500 profissionais participaram do treinamento  realizado em Macaíba. Foto: Divulgação
Cerca de 500 profissionais participaram do treinamento
realizado em Macaíba. Foto: Divulgação

Fernanda Souza

fernandasouzajh@gmail.com

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192/RN) através do Núcleo de Educação Permanente (NEP) promoveu nesta sexta-feira (14), no auditório do NEP, localizado em Ferreiro Torto, em Macaíba, um treinamento em Incidentes com Múltiplas Vítimas (IMV). A preparação é voltada para desastres e outras ocorrências graves que possam vir a acontecer em eventos de massa, como a Copa do Mundo.

O treinamento englobou os cerca de 500 profissionais do Samu 192/RN, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores socorristas e telefonistas. De acordo com Rodrigo Dantas, coordenador do NEP, o curso envolve atividades teóricas e práticas, com o uso de uma nova tecnologia de aprendizagem em equipe. “Estamos usando uma metodologia ativa, trazendo da teoria para a prática e trabalhando em cima de desastres ocorridos no Brasil. Desta vez estamos usando o incidente na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Os desastres, montagem e organização dos postos móveis de atendimento, triagem rápida de vítimas e atendimento são os principais temas abordados nesta etapa. Nosso objetivo maior é capacitar os profissionais do atendimento pré-hospitalar móvel para que eles desenvolvam um atendimento de excelência em eventos de massa”, frisou.

Ainda segundo Rodrigo Dantas, dentro da programação de cursos oferecidos estão previstas outras duas ações, nos dias 27 e 28 de fevereiro. “Ainda vamos continuar com o tema sobre Incidentes com Múltiplas Vítimas, mas com novas abordagens. Faremos um simulado de mesa agora no mês de março com foto aérea do Arena das Dunas, onde vamos planejar as ações teóricas que serão postas em prática nos simulados reais, na própria Arena, que serão no mês de abril”.

O técnico de enfermagem José Cláudio Miranda, um dos profissionais participantes do curso, aprovou a iniciativa. “O curso está muito bom, principalmente porque faz a gente interagir. Sabemos que é muito raro este tipo de ocorrência, mas quando acontece temos que estar preparados e responder à altura. Já participei de outros treinamentos, mas este é diferenciado porque envolve todo o Samu RN”.

Segundo o coordenador Médico do Samu RN, Cláudio Macedo, o Núcleo de Educação Permanente (NEP) do órgão tem um contínuo trabalho de qualificação dos profissionais e qualquer funcionário que entre no Samu RN passa por uma série de testes antes do atendimento final à população. “São várias etapas para atuar e entrar na escala oficial, que vão desde as provas teóricas e os chamados plantões sombra, quando são avaliados e acompanhados, até a prova final. Neste curso específico, de Incidentes com Múltiplas Vítimas, para o atendimento de cinco ou mais vítimas, toda a nossa equipe vai estar ainda mais preparada para o período da Copa. Por exemplo, vamos poder prestar um atendimento adequado em rodovias com grande fluxo de veículos, como a BRs 101 e 304, que ligam Natal a Recife e Natal a Fortaleza, nos casos de colisões frontais e atentados terroristas. Nosso trabalho segue a classificação internacional de risco START, com as classificações das vítimas entre verde, amarelo, laranja, vermelho e preto. Também vamos criar um centro de comando e organizar a via que ocorreu o acidente de forma adequada. Já o centro de comando passará a ocorrência para o Samu, que entra em contato com a regulação médica do Estado, e esta vai direcionar o paciente para o atendimento específico, otimizando o tempo de socorro e evitando a superlotação de hospitais”, explicou.

Atualmente a estrutura do Samu RN conta com mais de 40 ambulâncias de suporte básico, oito unidades de suporte avançado (UTIs móveis), duas motolâncias com atuação em Parnamirim, mais uma ambulância de suporte básico extra para eventos, quatro unidade 4×4 para áreas de difícil acesso e o auxílio do helicóptero Potiguar 1. O serviço também conta com o Samuzinho, iniciativa pioneira no país, especializada em atender recém-nascidos graves.

Compartilhar: