Programa RN Sustentável chega ao território Sertão-Central

O projeto inscrito pela Associação de Mulungu pretende aprovar um investimento de R$ 54 mil, recursos que serão investidos para a aquisição de bovinos

Foto: Demis Roussos
Foto: Demis Roussos

“A aquisição dessas 30 matrizes com certeza vai transformar a nossa comunidade, o agricultor e as crianças vão poder sair de casa alimentados e bem dispostos para aguentar o dia”, essa é a expectativa de Welington Santos, produtor de leite e presidente da Associação dos produtores rurais de Mulungu, em Lajes. Welington aguarda a aprovação do projeto que encaminhou para o Programa RN Sustentável, lançado pela Governadora Rosalba Ciarlini, nesta manhã (27), no município de Lajes para o território Sertão-Central.

O projeto inscrito pela Associação de Mulungu pretende aprovar um investimento de R$ 54 mil, recursos que serão investidos para a aquisição de bovinos. Segundo Welington, o aumento do rebanho vai incrementar a produção de leite, queijo e gerar mais renda para as 108 famílias associadas. “Vamos ter uma melhora significante e depois de conseguirmos aprovar esse projeto vamos tentar conseguir investimentos para a compra de uma máquina de pasteurização do leite. Nossa associação vai enfim conseguir colocar a produção no mercado e dentro das normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde”, afirma Welington.

Os recursos do RN Sustentável têm o objetivo de fomentar as cadeias produtivas e promover a qualidade de vida da população potiguar, melhorando serviços públicos como saúde, educação e segurança. No território Sertão-Central, que abrange 10 cidades potiguares, está previsto um investimento total de R$ 72 milhões.

Rosalba Ciarlini aproveitou a solenidade para explicar como funcionarão as ações do RN Sustentável e conversou com os agricultores presentes. “Quem vai definir os projetos que serão lançados são vocês. As associações, comunidades e assentamentos junto às prefeituras poderão desenvolver os projetos de acordo com a necessidade e perfil produtor de cada local”, assegurou a chefe do Executivo Potiguar.

Sobre o RN Sustentável a Governadora afirmou que o programa vai conseguir mudar a vida do homem do campo. “Não existe nada mais transformador que o trabalhador poder ter emprego e renda e que possa sustentar a sua família. Eu estou indo de território em território anunciando para vocês que agora tudo vai mudar”, declarou Rosalba Ciarlini.

A solenidade de lançamento aconteceu no Centro Pastoral Monsenhor Vicente e contou com a participação do prefeito do município, Benes Leocádio; da coordenadora executiva do RN Sustentável, Ana Guedes; do delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Raimundo Costa; do presidente da FETARN, Ambrósio Lins e do secretário adjunto de Educação, Joaquim Oliveira, além dos prefeitos e vice-prefeitos da região atendida.

Somente para os editais previstos para infraestrutura da malha viária serão destinados mais de R$ 50 milhões, recursos que serão aplicados na pavimentação e restauração de oito RN’s. Na saúde serão investidos cerca de R$ 417 mil para a adequação e aquisição de equipamentos para hospitais e maternidades. Na área de educação o RN Sustentável vai financiar a reforma, ampliação e construção de escolas de ensino médio e profissionalizante, além da aquisição de equipamentos, um investimento de quase R$ 3 milhões. Também serão destinados cerca de R$ 500 mil para a recuperação de delegacias que serão aparelhadas com sistemas de TI.

O RN Sustentável vai promover ações estratégicas para desenvolver a economia nas áreas do turismo, cultura, artesanato, fruticultura, agricultura familiar, pequenos negócios, caprinocultura, apicultura, laticínios e pesca.

O projeto totaliza US$ 400 milhões, sendo US$ 360 milhões do Banco Mundial, com contrapartida de US$ 40 milhões provenientes do Governo do RN. A meta é atender a cerca de 585 mil pessoas em todo o RN, sendo 400 mil em situação de vulnerabilidade social.

Ainda na ocasião, Rosalba Ciarlini entregou filtros de polipropileno aos agricultores familiares da região do Assu, beneficiando 11.200 famílias de 18 municípios potiguares. Também foram entregues 342 toneladas de sementes, beneficiando 36 mil agricultores de todas as regiões do Rio Grande do Norte, um investimento total de R$ 2,9 milhões. Os 1.131 produtores da região do Assu foram ainda beneficiados com a distribuição de 6.185 sacos de ração, um total de R$ 14 milhões investidos pelo Governo do Estado em parceria com o Ministério da Integração Nacional e Secretaria Nacional de Defesa Civil.

Os dez municípios que compõem o território Sertão-Central – divisão estabelecida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, para o Rio Grande do Norte são: Afonso Bezerra, Angicos, Caiçara do Rio do Vento, Fernando Pedrosa, Galinhos, Guamaré, Lajes, Macau, Pedra Preta e Pedro Avelino.

Após a solenidade de lançamento a Governadora se reuniu com representantes de algumas associações rurais da região. Na reunião os agricultores fizeram diversas solicitações que foram encaminhadas por meio de um documento para que a chefe do Executivo possa analisá-los. Uma das reivindicações do grupo é a construção da Barragem do Alívio, que quando construída vai solucionar a questão do abastecimento de água nas cidades de Lajes, Pedra Preta, Jardim de Angicos e Caiçara do Rio do Vento.

Compartilhar: