Projeção de Disfarces auxilia na prisão de médico Roger Abdelmassih

PF criou imagens do rosto de Abdelmassih com assessórios que poderiam mudar a aparência dele

Aparência do ex-médico antes de ficar foragido/Reprodução
Aparência do ex-médico antes de ficar foragido/Reprodução

O ex-médico Roger Abdelmassih, preso na última terça-feira (19), em Assunção, no Paraguai, pela Polícia Federal (PF) brasileira e por um órgão do governo paraguaio, foi encontrado com ajuda de uma técnica de identificação usada pela PF.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Projeção de Disfarces foi usada pelos papiloscopistas para encontrar o criminoso, foragido há quatro anos, mesmo que estivesse com aparência diferente. Os policiais do Instituto Nacional de Identificação (INI), em Brasília, criaram, segundo página oficial do departamento em rede social, imagens de Abdelmassih com acessórios como óculos, chapéu, barba e até peruca através um software próprio da PF.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Abdelmassih era um dos criminosos mais procurados do país. Especialista em reprodução assistida, o ex-médico foi condenado pela Justiça a 278 anos de reclusão em 23 de novembro de 2010, acusado de estupro e atentado violento ao pudor contra 56 pacientes. Em 2011, teve o registro cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo.

Fonte: Terra

Compartilhar: