Promotoria arquiva investigação sobre acidente de Schumacher

Maior vencedor da história da Fórmula 1, Schumacher, 45 anos, sofreu uma queda quando esquiava ao lado do filho e de amigos em Meribel

Schumacher está internado desde 29 de dezembro de 2013. Foto:Divulgação
Schumacher está internado desde 29 de dezembro de 2013. Foto:Divulgação

Promotor que investiga o acidente que Michael Schumacher sofreu no final do ano passado, Patrick Quincy anunciou nesta segunda-feira que arquivou o caso. De acordo com ele, nenhuma infração causou a queda do ex-piloto alemão, que desde o dia 29 de dezembro está internado em estado grave em Grenoble, na França, em coma.

“Ninguém cometeu nenhuma infração. O acidente aconteceu em uma zona fora de pista”, disse o promotor, o que exime de qualquer responsabilidade a estação de esqui alpina de Meribel. “A sinalização, o balizamento e a informação dada sobre os limites da pista estavam de acordo com as normas francesas vigentes”, completou Quincy.

A decisão da promotoria, no entanto, não impede a família do ex-piloto alemão de iniciar eventuais ações judiciais na esfera civil.

O promotor afirmou que a investigação judicial iniciada em 29 de dezembro sobre as causas e circunstâncias do acidente de esqui foi arquivada em 12 de fevereiro.

Na quinta-feira, a família de Schumacher afirmou que continua crente na recuperação do ex-piloto, heptacampeão mundial da Fórmula 1. A porta-voz da família, Sabine Kehm, afirmou que o alemão “segue em uma fase de despertar”. Após o acidente, o ex-piloto havia sido colocado em coma induzido.

Maior vencedor da história da Fórmula 1, Schumacher, 45 anos, sofreu uma queda quando esquiava ao lado do filho e de amigos em Meribel. Schumacher bateu com a cabeça em uma pedra.

Fonte:Terra

Compartilhar:
    Publicidade