PROTESTO

A presidente Dilma Rousseff vem ao RN determinar a ordem de serviço da barragem de Oiticica. É uma obra importante,…

A presidente Dilma Rousseff vem ao RN determinar a ordem de serviço da barragem de Oiticica. É uma obra importante, sem dúvida. Porém, os efeitos da seca ainda não passaram; os bancos oficiais continuam ameaçando produtores falidos; o milho da Conab, embora não seja de graça, é insuficiente para os agricultores e não há nenhum tipo de protesto quanto a isso. A classe política do RN fica de cócoras quando vem uma autoridade federal.

AUSÊNCIA
Chateado com as negativas para o DEM e afirmativas para o PT, o senador José Agripino preferiu não vir ao RN neste final de semana. O objetivo da ausência em solo potiguar foi evitar o namoro político explícito da governadora Rosalba Ciarlini com a presidente Dilma Rousseff.

LONGE
Agripino preferiu distância do palanque Dilma/Rosa, que materializa a traição que a governadora Rosalba Ciarlini faz ao seu partido, sempre declarando publicamente que pode votar na reeleição de Dilma. Como presidente nacional do DEM, o pai de Felipe é desmoralizado em todo Brasil e ainda tem que engolir calado o que a Rosa faz.

MUDANÇA
Quem diria que um dia uma governadora do DEM, juntamente com prefeitos e deputados do DEM, estariam se acotovelando para tirar uma foto com a presidente Dilma, do PT. Getúlio Rêgo estava mais empolgado que Mineiro. É a tal da dinâmica da política.

REDUÇÃO
O prefeito Carlos Eduardo assumiu como uma decisão dele, a redução da tarifa de ônibus em Natal, que foi fruto da isenção de impostos federais, feita pela presidente Dilma Rousseff. Faltou ao prefeito espírito público real e interesse verdadeiro em solucionar o problema das passagens de ônibus.

IMPOSTOS
Caso a Prefeitura de Natal reduza o ISS, que só depende de ação do prefeito Carlos Eduardo, certamente a passagem diminuiria ainda mais. O mesmo poderia ser feito pela governadora em relação à redução do ICMS do óleo diesel, que provocaria também uma redução no preço da passagem. Porém, de todos, só Dilma fez; os outros, só conversa.

EXONERAÇÃO
O engenheiro Rogério Mariz deixa a gestão Carlos Eduardo antes de completar seis meses no cargo de titular da SEMOPI. A justificativa para a saída é perda salarial. Como servidor da CAERN, o primo de Wilma ganha duas vezes mais do que na Prefeitura. O detalhe é que a saída não deixa de revelar que Mariz, diferentemente de outros gestores públicos que trabalham diretamente com obras, não estava pensando em ‘completar o salário’ com as empresas. Saiu bem.

NACIONAL
Na disputa para a vaga do TRT RN, o favorito Bento Herculano fez uma campanha como se fosse disputar um cargo de ministro do TST. Ele conseguiu o apoio dos senadores Pedro Taques, Renan Calheiros, Romero Jucá e até de José Sarney, além do apoio incondicional do PT.

REGIONAL
Por sua vez, a candidata Joseane Dantas preferiu valorizar as autoridades locais e conseguiu ser a nomeada com o apoio decisivo do deputado Henrique Alves. E ainda contou com a torcida institucional do presidente do TRT, Desembargador Junior Rêgo, que no calor desta disputa chegou até a ser destratado pelo candidato derrotado.
 
SEQUELAS
Essa disputa teve um cunho pessoal muito forte e mexeu com a magistratura trabalhista do RN, que passou o final de semana comemorando depois que o blog Justiça em Pauta noticiou, no sábado, que a escolhida tinha sido a juíza Joseane Dantas.

Compartilhar:
    Publicidade