Em convenção, PSD confirma Robinson Faria como candidato ao governo do RN

O vice-governador Robinson Faria chega para disputar o governo do Estado tendo como principal aliado o PT

É preciso coragem para libertar o nosso povo, disse Faria na convenção que sacramentou seu nome como candidato ao governo do RN. Foto: Divulgação
É preciso coragem para libertar o nosso povo, disse Faria na convenção que sacramentou seu nome como candidato ao governo do RN. Foto: Divulgação

O vice-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria foi confirmado candidato ao governo do Rio Grande do Norte pelo Partido Social Democrático (PSD). A convenção, ocorrida na manhã e tarde deste domingo no Centro Cultural da Zona Norte, em Natal, contou com a participação dos principais líderes políticos dos partidos que coligam com o PSD.

“É preciso coragem para libertar o nosso povo”, disse Faria. Ele integrará a coligação com dez partidos: PT, PC do B, PT do B, PSD, PP, PEN, PRTB, PTC e PPL. Nessa chapa majoritária o candidato a vice-governador será o deputado estadual Fábio Dantas (PC do B).

Durante o discurso, o candidato ao governo disse que foi preciso coragem para levar o projeto adiante. “Até chegar esse dia de hoje, foi preciso muita coragem, muita fé e muita resistência”, destacou Robinson Faria.

O vice-governador Robinson Faria chega para disputar o governo do Estado tendo como principal aliado do PT, que lançará a deputada federal Fátima Bezerra ao Senado Federal.

Candidato
Depois de 24 anos como deputado estadual e de ter sido por quatro vezes presidente da Assembleia Legislativa, Robinson Faria concretiza em 2014 um projeto que não conseguiu realizar em 2010. Naquele ano ele era presidente da Assembleia e tinha como principal aliada a então governadora Wilma de Faria, hoje aliada de Henrique Alves.

Fonte: Terra

Robinson Faria buscou ser candidato ao Governo, mas foi preterido por Wilma, que preferiu lançar o vice-governador Iberê Ferreira (derrotado no pleito para Rosalba Ciarlini). Com a negativa de Wilma de Faria, Robinson se aliou a Rosalba Ciarlini, ganhando o cargo de vice-governador. No entanto, a aliança com a chefe do Executivo não foi duradoura. Seis meses após os dois serem empossados no cargo, romperam.

Pleito no RN
O Rio Grande do Norte terá cinco candidatos ao Governo. Além de Robinson Faria, presidente estadual do PSD, o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, disputará o Executivo pelo PMDB. Além deles, o PSL lançará o nome do advogado Araken Farias, o PSTU lançará a sindicalista Simone Dutra e o PSOL homologou o nome do professor Robério Paulino.

Compartilhar: