PT já fala em risco de derrota após queda de Dilma Rousseff em pesquisa

Ibope indica que Marina Silva (PSB) venceria a petista em um eventual segundo turno

08dilmaestudantesmatsuterra

O resultado da última pesquisa Ibope – que demonstrou queda na intenção de voto à presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e uma possível derrota no segundo turno em um confronto com Marina Silva (PSB) – deixou a cúpula do PT preocupada, de acordo com informações da Folha de S. Paulo. Pela primeira vez, o partido conversa sobre risco de derrota na eleição presidencial deste ano.

Este cenário era visto como improvável antes de Marina Silva entrar na disputa. A campanha de Dilma esperava apenas que o candidato do PSDB, Aécio Neves, caísse nas pesquisas, mas os levantamentos indicam que a petista também perdeu apoio.

Dilma caiu de 38% para 34% das intenções de voto, segundo o Ibope.

Aécio oscilou de 23% para 19%. Já Marina aparece com 29% e venceria Dilma num eventual segundo turno, com 45% dos votos contra 36% da candidata à reeleição.

Integrantes da cúpula do PT, ministros e secretários executivos foram convocados para uma reunião na terça-feira à noite no comitê do partido para discutir os rumos da campanha, segundo o jornal. Os petistas avaliam a melhor estratégia para desconstruir a imagem de Marina.

“Não é por causa desses números, mas eu já tenho dito há alguns dias que lá pelos dias 7 a 10 de setembro nós teremos uma fotografia mais aproximada do embate eleitoral”, disse o secretário-geral da Presidência, ministro Gilberto Carvalho.  “Qualquer pesquisa nesse momento tem que ser tomada como uma coisa muito provisória.”

No lado tucano, a assessoria de Aécio Neves afirmou que a pesquisa não surpreendeu a campanha do PSDB, que já aguardava um crescimento nas intenções de voto para Marina.

 

 

Fonte: Terra

Compartilhar: