Quatro atletas potiguares são convocados para Copa Pacific

Competição no Equador reunirá os melhores da natação Sul-Americana

Jordan (E) e Maximiliano (D) possuem os melhores índices do Norte/Nordeste. Foto: Divulgação
Jordan (E) e Maximiliano (D) possuem os melhores índices do Norte/Nordeste. Foto: Divulgação
Jordan (E) e Maximiliano (D) possuem os melhores índices do Norte/Nordeste. Foto: Divulgação
Jordan (E) e Maximiliano (D) possuem os melhores índices do Norte/Nordeste. Foto: Divulgação

Quatro atletas do Rio Grande do Norte foram convocados para disputar a Copa do Pacific, uma maiores competições do continente sul-americano, que acontecerá no Equador, no mês de setembro. Maximiliano Ruperti, Jordan Santos, João Paulo Coutinho e Joeline Nascimento obtiveram os melhores índices do Norte/Nordeste, mas por enquanto, apenas um está com as passagens compradas. Os outros, por falta de apoio, correm o risco de ficar de fora da importante disputa internacional.

Atleta do Sesi Clube, Maximiliano só vai para o Equador por conta do “paitrocínio”. “O custo da viagem é pago pelo atleta, mas graças ao meu pai vou poder representar o Rio Grande do Norte em Guayaquil”, disse Ruperti que atualmente é o dono do melhor índice nos 50m e 100m livres na categoria juvenil I. “Vou tentar bater o meu recorde e trazer a medalha de ouro para o nosso estado”, prometeu o talentoso atleta.

Mas os outros três atletas potiguares podem não ter a mesma sorte. Como o custo das passagens e hospedagens gira em torno de R$ 3 mil, Jordan, João Paulo e Joeline precisam de apoio financeiro para poderem representar o estado na Copa Pacific. Colega de Maximiliano no Sesi Clube, Jordan Santos já não nutre tantas esperanças. “Meu pai não tem condições de pagar essa viagem, mas quem sabe com essa matéria não aparece alguém interessado em me patrocinar”, revelou Jordan, um especialista nos 100m e 200m peito. Os dois atletas do Sesi Clube são treinados pelo professor Carlos Paixão, ex-técnico de Clodoaldo Silva.

Única mulher convocada, Joeline Nascimento, do CEI, perderá a segunda chance de disputar a tradicional competição internacional. “Tenho treinado bastante, pois minha meta sempre foi disputar uma prova internacional, mas parece que desta vez não vai dar de novo. Já perdi a competição da Bolívia no ano passado e se não conseguir patrocínio vou perder a do Equador também. Conta muito para nós atletas participar de uma competição internacional, pois a experiência que se ganha com nadadores de outros países é fundamental para a evolução técnica”, comentou a especialista nas provas de 50m e 100m livres, categoria Júnior II. Todos os quatro atletas foram pódio na Copa Potiguar de Natação realizada no final de semana na piscina do Sesi Clube, pela Federação Aquática Norte-rio-grandense (FAN), que tem como presidente Rosileide Brito e que nos últimos anos vem desenvolvendo um forte trabalho de categorias de base da natação potiguar.

Compartilhar:
    Publicidade