Quatro torcedores do México e um camaronês são presos antes do jogo

Apesar disso, nenhuma ocorrência de maior gravidade aconteceu antes, durante e depois do duelo

10Aren1

Diego Hervani

diegohervani@gmail.com

Seis estrangeiros detidos, um homem preso com uma arma artesanal e uma confusão em uma restaurante. Esse foi o saldo do primeiro jogo da Copa do Mundo em Natal, que aconteceu nessa sexta (13) entre México e Camarões, que contou com um efetivo de 1200 policiais militares, 600 policiais rodoviários e federais, 2 mil da Força Nacional e mais 4 mil homens das Forças Armadas.

As principais ocorrências foram com cambistas antes da partida começar. Quatro torcedores mexicanos – um deles era natural dos Estados Unidos – foram presos comercializando entradas para a partida. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, os homens foram detidos na BR-101, já próximo ao Arena das Dunas. Segundo o inspetor da PRF, Roberto Cabral, os mexicanos estavam com 12 ingressos. “Encontramos eles quase em frente ao estádio com os ingressos. Imediatamente eles foram detidos e encaminhados para a Superintendência da PRF. Eles foram autuados por infringir o Estatuto do Torcedor, que proíbe a venda ingressos por preço maior do que o adquirido”, afirmou. Eles foram submetidos a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberados logo em seguida.

Pelo mesmo motivo um camaronês também foi detido. Ele foi identificado nas proximidades do Centro Administrativo. O estrangeiro estava com diversas entradas para a partida entre México e Camarões e estava vendendo os ingressos com um preço bem acima da venda normal. Após ser detido pela Polícia Militar, o estrangeiro foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur), localizada no bairro de Ponta Negra, na zona Sul de Natal.

A Polícia Militar também prendeu um jovem de 19 anos que estava com uma espingarda calibre 12 de fabricação artesanal. O suspeito estava nas proximidades de um posto de combustível do bairro de Candelária e foi abordado depois de ficar apreensivo quando viu a guarnição policial. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Zona Sul da capital potiguar, onde ainda se encontra detido.

Depois de comemorar a vitória de sua seleção por 1 a 0 sobre camarões, um turista mexicano também foi preso em flagrante na madrugada deste sábado (14) em uma blitz da Lei Seca. O turista foi encaminhado para a delegacia de plantão da zona Sul de Natal.

Segundo o coronel Francisco Araújo, comandante geral da PM do RN, além desse mexicano outros três brasileiros foram detidos após realizarem o teste do bafômetro. Ao todo, foram realizados 1.100 testes de bafômetro entre as 23h de sexta (13) e as 5h deste sábado (14). Trinta e três pessoas foram notificadas, sendo que 29 vão responder administrativamente por terem se recusado a fazer o bafômetro. As outras quatro, inclusive o mexicano, foram presos em flagrante. “Os estrangeiros estão sujeitos as mesmas Leis que qualquer cidadão brasileiro. Eles podem festejar, visitar nossa cidade, mas sempre respeitando as nossas Leis. É obrigação de um cidadão quando viaja para outro país saber quais as Leis daquele local”, frisou Araújo.

O comandante da PM ainda lembrou que os mexicanos também causaram tumulto em um restaurante. “Os mexicanos são um povo muito festivo. E algumas vezes parecem se exceder. Cerca de 20 deles chegaram em um restaurante e começaram a causar alguns problemas e a polícia foi para controlar a situação”. Apesar dos registros, Araújo definiu essa sexta como “tranquila”. “Em termos de segurança foi tudo muito tranquilo. O maior problema que teve nos jogos em Natal foi mesmo a questão das chuvas, que complicou a situação do torcedor chegar ao Arena e por isso muito chegaram ao mesmo tempo e próximo do início do jogo. Mas em termos de segurança, tudo deu certo. Só algumas ocorrências, mas nada de maior gravidade”, destacou.

De acordo com o coronel, a integração entre os órgãos de segurança tem sido o motivo da baixa quantidade de ocorrências em Natal. “Tem tudo funcionado da melhor maneira possível. Todos os órgãos estão reunidos no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e temos observado que esse contato constante entre os órgãos tem trazido um grande resultado”. “Também temos contato com representantes de segurança das outras sedes e observamos que Natal é a mais tranquila de todas as sedes. Apenas aqui ainda não tivemos nenhum distúrbio de maior gravidade”.

Foto: José Aldenir
Foto: José Aldenir

Código de Conduta Fifa desrespeitado

No papel, as regras da Fifa, o chamado “Código de Conduta nos Estádios” apresenta uma longa lista do que os torcedores não podem levar para os estádio e de como eles não podem agir dentro das Arenas. Porém, o que se viu no primeiro jogo em Natal foi que ninguém está nem aí para essas regras e os voluntários e Stewards (seguranças particulares da Arena) nada fizeram para que o Código fosse respeitado.

Se alguém, mesmo sem ingresso, desde que não estivesse com algum objeto metálico, conseguia passar pelo detector de metais e circular na área externa da Arena das Dunas. Lá dentro, mesmo com diversas placas indicando que era proibido fumar, vários torcedores estavam com seus cigarros acesos. Os lugares marcados, que teoricamente também deveriam ser respeitados, não foram. Várias pessoas mudavam de local e um chegou a alegar que “eu vou é sentar aqui, pois tem gente no meu lugar e a pessoa não está querendo sair. A segurança não chega e não vou ficar o jogo todo em pé”. Outros sentavam nas escadas mesmo, prejudicando a saída dos torcedores em caso de alguma emergência. Em um vídeo que está circulando na internet, uns torcedores mexicanos e outro com a camisa do América de Natal aparecem furtando cervejas que estavam em um carrinho dentro do estádio.

Se os torcedores não seguiram o “padrão Fifa”, eles também foram desrespeitados. Com a chuva, diversas goteiras foram encontradas e acabaram formando poças de água nos corredores do Arena das Dunas, com muitas paredes com sinais claros de infiltração. As filas para banheiros e lanchonetes eram enormes e muitas pessoas reclamaram que a comida tinha acabado antes mesmo do fim do intervalo. Além disso, os torcedores que procuraram comprar produtos nas lojas oficiais da Fifa no estádio, não conseguiram, pelo menos não antes de o jogo começar. Uma ficou fechada durante todo o confronto e a outra estava com problema na máquina de cartão de crédito.

Estados Unidos já em Natal

A Seleção dos Estados Unidos chegou no início da noite dessa sexta-feira em Natal sob um forte esquema de segurança. Com a chegada divulgada para as 17h30, eles desembarcaram antes na capital potiguar e foram conduzidos diretamente para um hotel na Via Costeira por batedores da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, agentes da Polícia Federal e militares das Forças Armadas, além de duas Vans brancas, possivelmente com policiais americanos. Neste sábado pela manhã a seleção realizou uma atividade no Centro de Treinamento da UFRN.

Compartilhar: