Quentinhas de policiais militares são servidas com frango estragado

Denúncia foi feita por PMs do 9º Batalhão, neste domingo

Foto: Cedida
Foto: Cedida

Policiais militares lotados no 9º Batalhão foram servidos com quentinhas estragas, no almoço deste domingo (29). Ao todo, segundo a denúncia, 40 unidades chegaram aos pontos base, companhias e viaturas com o frango azedo. Os PMs tiveram que improvisar ou se deslocar até as próprias residências para se alimentar. Um soldado acabou passando mal depois de consumir o alimento.

A reportagem foi procurada por policiais de uma guarnição que mostraram parte das quentinhas, um deles, que terá a identidade preservada, relatou que a alimentação chegou no horário de sempre e foi disponibilizada para todos que estavam de serviço, nas viaturas, nas bases do bairro Nordeste, Bom Pastor, Planalto, nas companhias e guardas, no entanto, apenas um PM se arriscou a comer e passou mal.

“É lamentável o que vem acontecendo, na opinião de todos os companheiros isso é uma falta de respeito muito grande para com os praças que merecem o mínimo de dignidade para executar a função”, disse.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Araújo Silva, informou que o armazenamento e o transporte das quentinhas muitas vezes compromete o alimento, mas que já tomou providencias para evitar a repetição desse tipo de problema. “É inadmissível que nossos policiais passem por essa situação, a alimentação digna é um direito de cada. Pensando assim já assinamos contrato com outra empresa, desta vez, não de quentinhas, mas de vale refeição que serão distribuídos aos policiais que estarão de serviço nas ruas”, relatou.

O comandante ainda informou que o contrato com a antiga empresa termina no início do mês de julho e que com os vales o policial pode escolher o local onde vai fazer a refeição e o horário. Ao todo, a atual empresa entrega cerca de 800 quentinhas, sendo 400 no almoço e 400 no jantar.

Fonte: Portal BO

Compartilhar:
    Publicidade