A reação de herói fajuto

Como determina a lei, o (ainda) deputado João Paulo Cunha (PT-SP), desde ontem, é hóspede compulsório do Complexo Penitenciário da…

Como determina a lei, o (ainda) deputado João Paulo Cunha (PT-SP), desde ontem, é hóspede compulsório do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

>>>

Ao declarar que o seu julgamento foi um show midiático caracterizado “pela exaustiva espetacularização de uma farsa chamada mensalão”, o ex-presidente da Câmara ofende o Supremo Tribunal Federal.

>>>

Denunciado pela Procuradoria Geral da República por corrupção passiva e peculato, crimes que desmoralizam o homem público, Cunha teve apenas dois votos absolventes (*) entre os 11 juízes do pleno da Corte. O ‘herói fajuto’, apelido que lhe foi dado por ex-funcionária, aguarda ainda o julgamento do recurso de seu advogado contra a punição por lavagem de dinheiro.

>>>

Persistente na afirmação de que não renuncia ao mandato, o parlamentar prisioneiro levou o presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) a convocar reunião extraordinária da Mesa Diretora da Câmara. Dia 14, inicia-se o processo expulsório. Ele pode evitar o constrangimento aos colegas, porque a cassação é questão de tempo. Basta repetir José Genoíno. O também eleito deputado pelo PT paulista despediu-se com carta protocolar.

>>>

(*) José Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski foram os ministros que absolveram o réu.

>>>

Ponto de ruptura

Michel Temer (foto) irrita parlamentares do PMDB.

Deputados e senadores da legenda acusam o vice-presidente da República de privilegiar um projeto pessoal.

Ficam em segundo plano os interesses do partido, afirmam.

>>>

Para continuar na chapa de reeleição liderada pelo PT, ele “está fechado com a Dilma, que não gosta da gente”.

A observação é de um peemedebista mineiro surpreso e revoltado “com a solidariedade, próxima da submissão” do paulista.

>>>

Hoje, parte da bancada do peemedebismo no Senado e quase a metade na Câmara propõem a devolução dos cargos ocupados no governo. Com acesso a informações privilegiadas colhidas pela cúpula partidária, há quem considere “humilhante” a relação do partido com o Palácio do Planalto.

>>>

- Nascido no Rio Grande do Norte e deputado por São Paulo, Vicente Paulo da Silva – o Vicentinho – é o novo líder do PT na Câmara.

- Caso queira renovar o mandato de senador, Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) terá o apoio do PSB. Compromisso de Eduardo Campos, chefe nacional do socialismo nativo.

- Domingos Sávio (PSDB-MG) assume a coordenação da minoria na Câmara dos Deputados.

- Será de responsabilidade da próxima gestão presidencial a indicação de dois nomes para o STF. No período, aposentam-se, por idade, os ministros Celso de Mello, paulista de Tatuí, e Marco Aurélio de Faria Mello, carioca.

- Vanessa Grazziotin, catarinense representante do Amazonas, sucede ao cearense Inácio Arruda na liderança do PCdoB no Senado.

- Em cenário carioca, o PSOL anuncia, dia 17, a chapa para concorrer ao Executivo Federal. Presidente: senador Randolfe Rodrigues (AP); vice: Luciana Genro, ex-deputada pelo Rio Grande do Sul.

- Mendonça Neto, pernambucano do Recife, foi escolhido, por consenso, para liderar a bancada do DEM na Câmara.

- O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) desabafa: “Alcançou escala alta a degradação da política do país. O Executivo não dá a mínima importância ao Legislativo.”

- Assunto sem volta no Ceará. Com a solidariedade do PT, o governador Cid Gomes (PROS) veta o senador Eunício Oliveira (PMDB) para a sua sucessão.

- Para refletir: “O que faz um lugar ser bom são as pessoas que vivem nele” (John Smith, militar britânico).

Compartilhar: