Recadastramento biométrico em Natal começa na próxima quarta

A partir da próxima quarta-feira, 17 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) vai iniciar…

Durante coletiva de imprensa realizada no TRE, técnicos do Tribunal demonstraram como será feito o recadastramento. Foto: Jose Aldenir
Durante coletiva de imprensa realizada no TRE, técnicos do Tribunal demonstraram como será feito o recadastramento. Foto: Jose Aldenir

A partir da próxima quarta-feira, 17 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) vai iniciar a Revisão Eleitoral com Coleta Biométrica da população que vota em Natal. O processamento dos dados dos eleitores será realizado até 14 dezembro, último mês destinado para os retardatários. As pessoas deverão se encaminhar até o Fórum Eleitoral, localizado por trás do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), em Tirol, conforme calendário especificado de acordo com o mês de aniversário de cada eleitor (conferir calendário abaixo).

Nessa etapa de recadastramento biométrico que acontece apenas na capital o potiguar, serão revisados os eleitores das cinco zonas eleitorais de Natal, atingindo um contingente de aproximadamente 520 mil eleitores. O secretário de Tecnologia da Informação do TRE, Osmar Fernandes, explicou que o órgão montou um cronograma de atendimento de acordo com a data de nascimento do eleitor, que deve agendar o dia de seu cadastramento por meio do site www.tre-rn.jus.br ou pelo telefone (84) 3654 5000 a partir do dia 16 de julho.

Com o agendamento, o eleitor poderá escolher o melhor dia e horário para realizar o recadastramento biométrico, conforme período específico de acordo com o mês de aniversário. A diretora geral do TER, Andréa Guedes Toscano, explica que as Centrais do Cidadão não estarão funcionando nos meses de recadastramento, com relação aos serviços oferecidos pelo órgão. “Haverá apenas um funcionário que estará realizando agendamento para aquelas pessoas que não têm acesso a internet”, disse Andréa.

Para o recadastramento biométrico, o cidadão deverá portar o título de eleitor, documento de identidade com fotografia e comprovante domiciliar eleitoral, sem ser necessária a cópia dos documentos, apenas os originais. “É importante que o eleitor possa fazer o agendamento do seu atendimento para evitar filas e burocracias”, explicou a diretora geral do órgão.

Nas últimas eleições ocorridas no Rio Grande do Norte, 14 municípios tiveram registro de voto biométrico. No primeiro semestre deste ano já foram contabilizados 26 municípios. A expectativa do Governo Federal é que todos os estados possam estar 100% incluídos nesse novo processo eleitoral até 2018. Atualmente, apenas os estados de Sergipe e Alagoas funcionam com o novo modelo em sua totalidade dos municípios.

“Até março do próximo ano, pretendemos ter no RN 54 municípios com recadastramento realizado. Esse modelo é importante para evitar possíveis fraudes conforme já foi registrado em anos anteriores, como pessoas que votaram mais de uma vez portando título de eleitor e identificação de um amigo ou parente”, afirmou Osmar Fernandes.

Quem não comparecer ao recadastramento biométrico terá o titulo de eleitor cancelado. Com isso, além de não poder votar nas eleições, a pessoa é considerada irregular com a justiça eleitoral, sem poder assumir cargos públicos, comissionados e efetivos; receber programas assistências do governo federal; tirar passaporte; assumir vaga em universidade pública e contrair empréstimos em bancos oficiais do governo.

De acordo com Osmar, foram disponibilizados 107 kits biométricos, os quais podem atender até 4 mil eleitores por dia, envolvendo 250 pessoas, entre funcionários, estagiários e terceirizados. “O funcionamento será das 8h às 18h, todos os dias úteis e sábados. Quem não fizer o agendamento pode comparecer normalmente ao Fórum que também será atendido. A média é 20 minutos por atendimento, contudo, podemos diminuir este tempo de acordo com nossa experiência do interior do estado, onde já realizamos o cadastramento”, comentou.

A Secretaria de Tecnologia da Informação – STI do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte está capacitando servidores efetivos, terceirizados e estagiários que atuarão na Revisão Biométrica de Natal.

Compartilhar:
    Publicidade