Rei

A ação mais dura causada pelo passar do tempo é, sem dúvida nenhuma, o saudosismo. Essa estranha dor no coração,…

A ação mais dura causada pelo passar do tempo é, sem dúvida nenhuma, o saudosismo. Essa estranha dor no coração, marcado por imagens e conquistas de um passado as vezes nem tão distante assim. Não é fácil perceber que sua vez passou.

Na semana passada, a velhice me pegou pelo braço. De repente, me dei conta que, toda a primeira geração de grandes jogadores que tive a oportunidade de ver nascer, aos poucos, está deixando de existir. Bateu saudade.

Se para João Felipe, meu sobrinho de oito anos, a preferência é por Neymar, Messi ou Cristiano Ronaldo, na minha década de 90 ficaram na memória as jogadas inesquecíveis de Edmundo, Romário, Renato Gaúcho, Rivaldo e Bebeto, isso antes do surgimento do fenômeno Ronaldo Nazário.

Em meio a eles, saía do Recife um garoto franzino que poucos imaginavam ter tanto futuro. Juninho Pernambucano chegou ao Vasco como contrapeso em uma negociação pelo ex-atacante Leonardo, na época grande destaque do Sport-PE. O meia foi para o Rio de Janeiro em silêncio, e seu futebol dentro de campo falou por si.

Logo no primeiro jogo, na vitória do Vasco por 4 a 2 em cima do Santos na Vila Belmiro pelo Campeonato Brasileiro de 94, um gol digno de rei, por cobertura, no palco onde a realeza era toda de Pelé.

O tempo se encarregou de dar a Juninho o merecido destaque. Em alguns anos, era referência e líder de um time que dominaria o futebol nacional e, porque não, sul-americano no final dos anos 90.

Na Europa, foi fundamental para colocar o time do Lion, da França, entre os maiores do mundo. A até então pequena equipe francesa, simplesmente, ganhou cinco campeonatos nacionais consecutivos a partir de 2001, após a chegada do brasileiro.

Apontado por muitos como um dos maiores cobradores de falta do planeta, deixou para a história o gol “Monumental” pela Libertadores de 98, contra o River Plate, cantado em verso e prosa pelos vascaínos nos estádios de todo o país.

Hoje, Juninho anuncia oficialmente sua aposentadoria do futebol. Como fez na decisão da histórica Copa Mercosul de 2000, aquela da virada do milênio, poderá bater no peito, orgulhoso, para relembrar sua trajetória. De contrapeso, a rei.

 

RETORNO

A Câmara Municipal já vive a expectativa para o reinício dos trabalhos, dessa vez antecipados devido a convocação extraordinária feita pelo prefeito Carlos Eduardo Alves. Na pauta desses primeiros dias, pelo menos dois projetos polêmicos que podem se transformar na primeira derrota do Executivo na temporada.

POLÊMICA

As duas matérias são a aprovação de um novo empréstimo para o município, dessa vez no valor superior a R$ 50 milhões, e na abertura de mais de 800 cargos comissionados na Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social. O primeiro, seria para viabilizar as obras de um centro administrativo para a cidade e de uma sede própria para a Câmara. O segundo, para que se pudesse implementar os projetos da referida pasta.

EDUCAÇÃO

O vereador Júlio Protásio anuncia a reabertura dos cursos preparatórios para o Enem e de informática que mantêm em funcionamento há 12 anos em todas as regiões da cidade. As inscrições são gratuitas e ocorrem a partir de hoje até o próximo dia 15. Quem desejar participar, basta ligar para o telefone 3232-8828 ou ir diretamente ao gabinete parlamentar do vereador, na Câmara Municipal de Natal.

FUTURO

A construção de um novo porto no RN, dessa vez fruto da iniciativa privada, pode ser a salvação econômica do Estado pelos próximos 50 anos. É a chance da economia potiguar sair do atraso em que foi obrigada a entrar devido a falta de investimentos em logística de transportes. A obra será em Porto do Mangue, por iniciativa de Henrique Alves e Rogério Marinho.

JUSTIÇA

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do RN indeferiram na semana passada, pedido do Sindicato dos Médicos do Estado, que requereu a suspensão temporária e imediata do Sistema de Ponto Eletrônico para os profissionais da área, servidores públicos. Os magistrados entenderam ser necessário manter o funcionamento do ponto eletrônico para controle de horário de trabalho.

SECA

Os dados mais recentes da situação dos reservatórios monitorados pelo Governo do Estado, apontam que os dois principais mananciais que abastecem Jardim do Seridó estão com os seus volumes mortos e impróprios para o consumo humano. A situação é preocupante e caso não chova nos próximos dias, o município poderá enfrentar um colapso d’água.

COMUNICAÇÃO

O Grupo Abril acaba de publicar seu Código de Conduta, com orientações para os profissionais que trabalham nos diversos setores da maior editora do país. O objetivo é ordenar e regular “as convicções e as crenças que têm sido fundamentais para o desenvolvimento da Abril até agora e que continuarão a norteá-la no futuro”. O link com o material foi enviado aos colaboradores da empresa.

AGRADECIMENTOS

Este colunista, envaidecido, agradece ao apresentador Robson Carvalho pelo convite para substituí-lo durante parte do mês de janeiro no comando dos seus programas na Band Natal e na TV União. O agradecimento é extensivo as equipes das duas emissoras e aos telespectadores, que me acompanharam nesse período. Obrigado a todos!

GIRA MUNDO

Está no portal O Globo de hoje. Um náufrago afirma ter ficado mais de um ano à deriva no Oceano Pacífico após zarpar do México. O cidadão desembarcou nesta segunda-feira em Majuro, capital das Ilhas Marshall. Segundo ele, seu nome é José Salvador Albarengo, é pescador, nasceu em El Salvador, e sobreviveu parte do tempo em alto mar bebendo sangue de tartaruga e se alimentando de aves capturadas com as mãos. José tem 37 anos e afirma ter zarpado do México no fim de 2012 com um companheiro, que desapareceu no mar.

Compartilhar: